Governo do Distrito Federal
18/02/22 às 15h12 - Atualizado em 18/02/22 às 16h07

Território Criativo quer atingir mil agentes

Texto e edição: Ascom Secec

18/2/2022

10:05:34

 

Ouça o resumo da notícia

 

Um dos projetos mais importantes da Secretaria e Cultura e Economia Criativa (Secec), o Território Criativo avança para mais uma edição com intuito de aprofundar a qualificação e o sistema de capacitação oferecidos aos agentes culturais da cadeia produtiva do Distrito Federal. Neste ano, com envolvimento de todas as Regiões Administrativas do DF, o programa tem a meta de qualificar 1000 profissionais num investimento de R$ 540 mil em Termo de Colaboração assinado com a instituição Lente Cultural, vencedora do chamamento público lançado no segundo semestre de 2021.

 

Ao longo do ano, está prevista a realização de ações visando os cinco eixos da economia criativa: planejamento estratégico, gestão, inovação, empreendedorismo (com foco no gênero feminino) e comunicação. Serão dez lives, cinco cursos, cinco oficinas, duas mentorias, seis palestras, 24 consultorias, oito meetings para os Conselhos Regionais de Cultura e oito mutirões relacionados ao Cadastro de Entes e Agentes Culturais (CEAC). Algumas ações já estão com inscrições abertas (clique aqui)

 

Daniel Marques

 

“Essa edição do Território Criativo reflete os aprendizados que tivemos com a pandemia. A execução da Lei Aldir Blanc nos permitiu conhecer melhor o tamanho real desse setor da economia e suas necessidades e carências”, observa o secretário Bartolomeu Rodrigues, destacando o vigor da economia criativa do DF, que antes da Covid-19, respondia por cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) da entidade federativa.

 

Arquivo Pessoal

Carol Peres

Segundo dados do IBGE, em 2018, esse percentual representou a movimentação de R$ 7 bilhões. No Distrito Federal, o setor cultural representa 1,5% do mercado local com mais de 30 mil profissionais atuantes.

 

“Estamos vivendo a chamada quarta Revolução Industrial, ou Indústria 4.0, marcada pela convergência e sinergia de tecnologias digitais, físicas e biológicas. Será um desafio levar essa importante discussão, essencialmente política, para os Conselhos Regionais de Cultura (CRCs), capazes de reivindicar políticas públicas antenadas com a agenda 2030, da ONU (Organização das Nações Unidas), de desenvolvimento sustentável”, aposta Carol Peres, coordenadora da Lente Cultural.

 

Coordenada pela Subsecretaria de Economia Criativa (Suec), a edição 2022 do Território Criativo começa os trabalhos no próximo dia 22.2, com encontro virtual, transmitido pelos canais do YouTube do projeto e da Secec, para o lançamento das ações voltadas para todas as Regiões Administrativos do Distrito Federal.  Gestora da Suec, Érica Lewis destaca a importância da economia criativa, definido como o conjunto de atividades produtivas cujo processo principal consiste em um ato criativo gerador de valor simbólico e de ativos intangíveis, revertidos em produção de riqueza cultural e econômica.

 

“O objetivo do projeto Território Criativo é ampliar o ambiente de construção da política do desenvolvimento do setor, capacitando o cidadão, com foco em geração de emprego e renda”, destaca a subsecretária de Economia Criativa, Érica Lewis.

 

O subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural da Secec, João Moro, afirma que a iniciativa pretende irradiar o conhecimento para um contingente que chega a 30 mil. “Devemos sempre nos lembrar de que cultura é emprego, é renda”, frisa. “Aproveitem essa iniciativa porque ela vai tornar a cultura ainda mais impactante e benéfica para o DF”, convida.

 

Sobre a questão da sustentabilidade da atividade econômica nesse setor, João Moro destaca, como um dos principais cursos que serão oferecidos pelo programa, o do professor da Universidade de Brasília (UnB) Thiago Gehre. Ele pesquisa sobre os BRICSs – fórum informal que engloba Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul –, Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Gehre coordena o Programa Especial de Extensão UnB 2030: Sustentabilidade e Desenvolvimento Inclusivo.

 

PONTOS FORTES

Um dos destaques da edição de 2022 é o programa Caravana Território Criativo, que, inspirado nas caravanas e carreatas de ações sociais, contará com uma carreta do Senac para promover a itinerância de consultorias e atividades para os Conselhos Regionais de Cultura. Serão contempladas todas as Regiões Administrativas . A Caravana tem duração de seis dias em cada uma das oito macrorregiões do DF.

 

O programa Território Criativo + LAB traz o conceito dos laboratórios criativos, da prática coletiva e conhecimentos técnicos das profissões do setor criativo. As atividades serão desenvolvidas em quatro níveis de abordagem: curso, oficina, palestra e mentoria.

 

 

A acessibilidade integra a edição. Além da interpretação de Libras, conteúdos acessíveis com leitura descritiva, legendagem e texto alternativo, garantindo
assim que pessoas com deficiência possam participar ativamente e com mais autonomia das ações formativas.

 

 

 

O Programa Território Criativo, instituído por meio da portaria nº 251, de 2017, consiste na atuação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF para oferecer uma agenda integrada à economia criativa do DF. Tem como objetivo fortalecer cadeias e arranjos produtivos intensivos, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico sustentável e integrado da economia local. Por meio de seus eixos de ação, o programa desenvolve recursos e processos formativos voltados para criação de competências técnicas e gerenciais, o fortalecimento de arranjos produtivos e de mecanismos de apoio financeiro, a difusão de dados, informações e tecnologias, e a promoção de um ambiente de negócios propício ao desenvolvimento estruturado do mercado criativo local.

 

Confira como foi a edição de 2021

Território Criativo – (territoriocriativo.com.br)

 

 

TERRITÓRIO CRIATIVO EDIÇÃO 2022

Data de lançamento: 22 de fevereiro

“Live” às 19 h nos canais do YouTube do Território Criativo e da Secec.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br