Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

MUSEU VIVO DA MEMÓRIA CANDANGA

 

 

HISTÓRIA

 

As casas do HJKO são, atualmente, o mais fiel conjunto de arquitetura de madeira da época da construção da nova capital do país. Após o crescimento do Distrito Federal, o primeiro hospital se transformou em um local de resgate da cultura e tradição trazida pelos que se aventuraram em vir para construir Brasília, o Museu Vivo da Memória Candanga.

 

Regido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), o Museu Vivo, localizado entre as Regiões Administrativas de Candangolândia e Núcleo Bandeirante foi inaugurado no dia 26 de abril de 1990, com a destinação de preservar o legado deixado pelos candangos na época da construção de Brasília.

 

A charmosa alameda composta de casas simples e coloridas, cercada por árvores frutíferas, faz parte do cenário que torna o museu “vivo”. As dependências do Museu reúnem histórias de diversas famílias que tomaram rumos diferentes do que imaginaram urbanistas, engenheiros, missionários, políticos e arquitetos que idealizaram a nova cidade.

 

 

 

O ambiente alegre e com um ar interiorano mostra a identidade acolhedora do povo brasileiro. O espaço fala por si só, com uma verdadeira viagem ao passado com cenários, fotos e objetos antigos, representando o suor dos corajosos trabalhadores que começaram uma cidade do zero.

 

Além de sua exposição permanente que retrata a vida dos candangos (“Poeira, Lona e Concreto”), ao longo de sua trajetória, o Museu Vivo também se tornou referência em oficinas prestadas à comunidade, por meio da capacitação a partir de tradições e também por atividades curriculares voltadas para estudantes do ensino fundamental, com noções de educação patrimonial e pertencimento cultural.

 

ATENÇÃO: A exposição “Poeira, Lona e Concreto” está temporariamente suspensa para manutenção.

 

ENDEREÇO

Lote D Setor Juscelino Kubistchek, CEP: 71739-020 Núcleo Bandeirante, Brasília-DF.

 

Funcionamento: todos os dias das 9h às 17h;

  1. Auditório Principal: máximo de 25 pessoas;
  2. Casa da cerâmica: até 08 pessoas por turma, incluindo os professores;
  3. Casa da Costura Criativa: até 8 pessoas por turma, incluindo os professores;
  4. Casa Vermelha: até 8 pessoas por turma, incluindo os professores;
  5. Casa Multicursos: até 8 pessoas por turma, incluindo os professores;
  6. Casa Verde: Até 8 pessoas.

 

INFORMAÇÕES

Telefone: (61) 3301-6641, para dúvidas.

E-mail: mvmc@cultura.df.gov.br

Site: www.cultura.df.gov.br/mvmc/

Facebook: museuvivodamemoriacandanga

Instagram: @museuvivodamemoriacandanga

Acessibilidade: Rampas de acesso para cadeirantes. Maquete com sons em 3 línguas.

Estacionamento: Gratuito.

Como chegar: Todas as linhas de transporte que percorrem a EPNB sentido EPIA.

 

CONTATO:

Gerente: Eliane Falcão
Telefone: (61) 3301-3590
e-mail: mvmc@cultura.df.gov.br