Governo do Distrito Federal
9/06/21 às 12h12 - Atualizado em 8/06/22 às 15h46

Eixo Cultural Ibero-americano

Ascom/Secec

08.06.22

14:14:14

 

Situado no coração de Brasília, o Eixo Cultural Ibero-americano é um complexo que abrange diferentes ambientes destinados à produção e ao fomento da arte. É constituído de três espaços projetados por Oscar Niemeyer: a Sala Cássia Eller, o Teatro Plínio Marcos, a Galeria Fayga Ostrower. O local conta ainda com o Espaço Marquise, que se liga aos três monumentos, além dos amplos espaços externos que abrangem oito obras de arte, elaboradas por diferentes artistas que se integram ao paisagismo do espaço que naturalmente resgata a memória do cerrado.

 

Após o recebimento da carga do espaço pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do DF em 2021, o antigo Complexo Funarte Brasília foi renomeado como Eixo Cultural Ibero-americano em 2022, ano em que Brasília recebe o título de ‘Capital Ibero-americana das Culturas’, oferecido pela União das Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI), rede à qual a capital é filiada desde 1986. A homenagem é o legado do título recebido pelo Governo do Distrito Federal, no intuito de reforçar à população do Distrito Federal nossas raízes ibero-americanas.

 

Endereço: O Espaço Eixo Cultural Ibero-americano, se encontra entre o Clube do Choro e a Torre de TV de Brasíli – Eixo Monumental – Setor de Divulgação Cultural Lote 02, Plano Piloto, Brasília – DF

CEP: 70070-350

Telefone: 61 99164 – 2972

e-mail: Eixocultural@cultura.df.gov.br

 

 

ESPAÇO MARQUISE

A Marquise interliga os edifícios e serve como proposta de locomoção entre eles e as oito obras vivas instaladas na área externa do espaço, convites para a interação direta do público que aguarda o início de uma apresentação ou que está de passagem pelo ambiente.

 

Integrando os edifícios ao espaço externo, a Marquise reforça a possibilidade de utilização dessa área externa para diferentes eventos culturais, como shows musicais, apresentações cênicas, festivais, feiras e outras atividades

 

GALERIA FAYGA OSTROWER

Com o nome que homenageia a gravurista Fayga Ostrower – reconhecida pelo seu trabalho em artes e na arte educação -, a galeria conta com ampla estrutura para receber diferentes exposições artísticas, além da sua localização e arquitetura que permitem experimentar a visualidade da arte desde antes da entrada na galeria.

 

TEATRO PLÍNIO MARCOS

O espaço foi inaugurado em 1991 como Casa do Teatro Amador, e nomeado posteriormente Plínio Marcos em 2001, homenageando o ator e escritor que escreveu peças com diálogos que retratam com cunho naturalista a realidade periférica do país.

 

No edifício do Teatro se encontra também o Galpão Robson Graia e a Sala de Dança, que estão retornando à possibilidade de ocupação para diferentes projetos e atividades de fomento artístico e cultural.

 

SALA CÁSSIA ELLER

A sala foi inaugurada em 1977, contando com 214 lugares, com dois camarins e um palco de oito metros quadrados. Foi renomeada em 2001 em homenagem à cantora Cássia Eller, reconhecida mundialmente por sua carreira como cantora, compositora e multi-instrumentista, figura de grande importância histórica no âmbito da música brasileira.

 

A sala se encontra fechada ao público, com projetos de reforma estrutural para reparos internos e externos, em busca de modernização e adequação às normas de acessibilidade.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br