Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/06/21 às 11h12 - Atualizado em 7/06/21 às 16h33

Sons delicados no junho da Orquestra Sinfônica

COMPARTILHAR

Texto e edição: Ascom Secec 

01/06/2021

10:50:20

 

O mês de junho traz como destaques, nas apresentações da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) no Canal de YouTube, a presença de solistas na clarineta, violoncelo e voz. A programação começa nesta terça-feira (1.6) às 20h, com o “Concerto para Clarineta e Orquestra em Lá Maior KV622”, de Mozart (1756-1791).

 

Paula Pires

“Foi uma das últimas obras a serem completadas por Mozart, seu andamento lento é um dos momentos mais sublimes da música clássica do século XVIII. Nesse concerto, teremos a performance da talentosa clarinetista Paula Pires e a regência do maestro austríaco Christian Schulz”, explica o maestro Claudio Cohen.

 

“Sempre vibro muito ao tocar esse concerto, uma das composições mais maduras de Mozart. É como se essa música representasse a voz de todos os tipos de pessoas, de maneira que tocá-la se torna um grande presente, um momento divino de celebração do que é humano”, destaca Paula Pires, mestra em clarineta solo e doutoranda em música pela Universidade de Évora (Portugal).

 

No dia 8.6, a OSTNCS reprisará também a “Suíte Orquestral no.4 em Ré Maior BWV1069”, de Johann Sebastian Bach (1685-1750). “Trata-se de uma obra-prima do período barroco alemão, belíssima”, expressa Cohen.

 

Augusto Guerra Neto está na OSTNCS

Na sequência (15,6), o concerto será dedicado ao compositor Luso-Brasileiro José Guerra Vicente (1907-1976). “É uma descoberta agradável para todos nós, ele foi violoncelista fundador do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. O filho, Antônio Guerra Vicente, e  o neto Augusto Guerra Vicente, também seguiram esse caminho do violoncelo”, diz o regente.

 

Augusto integra a OSTNCS desde 1991.”É sempre uma alegria quando a Orquestra apresenta obras de meu avô, o que aconteceu com mais frequência desde que o maestro Cláudio Cohen assumiu a direção da Sinfônica”, observa.

 

Augusto conta que o avô, além de compositor, trabalhou nas principais orquestras do Rio e participou da primeira audição mundial das Bachianas Brasileiras do Villa-Lobos. O pai, Antônio Guerra Vicente, foi fundador do curso de violoncelo da Universidade de Brasília. No concerto que vai subir no YouTube, o solista será o violoncelista Raiff Dantas.

 

VOZ COMO INSTRUMENTO

Obra-prima para voz, “As Quatro Últimas Canções” de Richard Strauss (1864-1949) será exibida, em 22.6, na interpretação da soprano brasiliense Denise Tavares. As músicas foram compostas em 1948, um ano antes de sua morte. Cohen relata que esses temas são inspirados em textos de Hermann Hesse e Joseph von Eichendorff e estrearam postumamente, em 1950, no Royal Albert Hall, em Londres.

 

Denise Tavares (foto) tem, em mãos, um inspirado depoimento sobre a audição: “Cantar as ‘Quatro Últimas Canções’ de Strauss para mim é receber de presente o grande segredo que só é revelado na maturidade (…) Enquanto me deixo ser envolvida pela música magistral, há disposição constante da alma em flutuar entre a calma, a plenitude e a esperança. Eichendorff, Hermann Hesse e Strauss me convidam à reflexão sobre a nossa presença nesse moto-contínuo do paradoxo criação-extinção.”

 

Marcos Cohen

Para finalizar o mês (29.6), será a vez do “Concerto para Clarineta e Cordas”, de Gerald Finzi (1901-1956), compositor inglês do século 20, com solo do clarinetista da Sinfônica, Marcos Cohen. Marcos explica que esse tipo de peça é conhecida como ‘bagatela’ e indica uma música leve e fora dos padrões mais rígidos da música clássica. “Finzi trabalhou em suas bagatelas por quase duas décadas, e o resultado foi uma obra que caiu no gosto dos clarinetistas ingleses e americanos, espalhando-se, posteriormente, para o resto do mundo”. A obra é composta por três movimentos lentos, distintos entre si, enquadrados por movimentos rápidos de abertura e conclusão.

 

Programação:

Canal de YouTube às 20h (clique aqui)

 

1/6

W.A.Mozart, “Concerto para Clarineta e Orquestra em Lá Maior KV622”

Solista Paula Pires

Maestro Christian Schulz

Gravação: Santuário Dom Bosco – 25/09/2018

 

8/6

J.S.Bach, “Suíte Orquestral no.4 em Ré Maior BWV1069”

Maestro Cláudio Cohen

Gravação: Santuário Dom Bosco – 01/03/2016

 

15/6

José Guerra Vicente, “Concerto para Violoncelo e Orquestra”

Maestro Helder Trefzger

Raif Dantas – Solista

Gravação: Sala Villa-Lobos – 04/10/2011

 

22/6

Richard Strauss, “As Quatro Últimas Canções”

Denise Tavares – soprano

Maestro Cláudio Cohen

Gravação: Sala Villa-Lobos – 22/03/2011

 

29/6

Gerald Finzi, “Concerto para Clarineta e Cordas”

Marcos Cohen – solista

Maestro Cláudio Cohen

Gravação: Sala Villa-Lobos – 22/11/2011

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br