Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/09/21 às 10h34 - Atualizado em 4/10/21 às 15h45

Visual Periférico aprova mérito em 87 projetos

COMPARTILHAR

Ascom/Secec

28.09.21

10:30:00

 

Ouça o resumo da notícia

 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) divulgou hoje (28.9). no Diário Oficial do Distrito Federal. o resultado da etapa de mérito cultural das propostas que concorreram ao edital do FAC Visual Periférico (nº 14/2020). Ao todo, 87 projetos em 14 linhas da cadeia de produção do audiovisual foram contemplados com o aporte de R$ 9.040.000,00.

 

Confira o resultado

Edital FAC Visual Periférico

 

foto: Marina Gadelha - SECEC/DF

“Este edital é importantíssimo porque fortalece o setor audiovisual e vai aquecer a cadeia da economia criativa”, observa o secretário Bartolomeu Rodrigues. 

 

 

O edital orienta que proponentes que tenham dois projetos relacionados entre os classificados para etapa de admissibilidade têm prazo de cinco dias corridos, a contar da publicação no DODF (hoje), para que informem qual o seu projeto prioritário, caso ambos permaneçam contemplados. O mesmo vale para as propostas cujo objeto seja o mesmo do edital nº 06/2021, FAC Brasília Multicultural.

 

Recursos contra a decisão de mérito cultural têm dez dias corridos, a partir desta quarta-feira (29/9), para encaminhamento ao Conselho de Administração do FAC no endereço eletrônico recurso.fac@cultura.df.gov.br. Não será permitida a complementação de documentação por ocasião da interposição de recurso, conforme previsto no item 8.6 do Edital. A ficha de análise pode ser consultada no site do FAC.

 

Acesse aqui o Modelo de Recurso.

 

AVANÇOS DO SETOR
O edital teve uma reedição para acolher contribuições do setor. O documento traz um conjunto de avanços. No mínimo, 50% de atores e atrizes, técnicos e técnicas, nos cargos principais da produção, devem residir no DF. Está vedada a utilização dos recursos em produção que contenham discriminação contra mulheres, público LGBTQIA+, afrodescendentes, idosos e pessoas com deficiência.

 

Outro ponto a ser destacado é que o chamamento público mantém conquistas importantes, como cotas para mulheres negras, indígenas e diretores estreantes. Ratifica ainda compromisso com a descentralização e a democratização do acesso aos recursos disponibilizados, com a previsão de atividades gratuitas para a população, como oficinas, ações formativas e educativas.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br