Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/09/19 às 18h24 - Atualizado em 13/09/19 às 18h24

Secretário Adão Cândido recebe representantes da Casa do Maranhão em Brasília

COMPARTILHAR

Na manhã de hoje (13), o secretário de Cultura e Economia Criativa (Secec) do Distrito Federal, Adão Cândido recebeu em seu gabinete representantes da Casa do Maranhão em Brasília. Com a presença da diretoria social Gilza Everton, e do presidente da Casa do Maranhão, Luiz Gomes Neto, o encontro teve como pauta as demandas culturais da população maranhense que reside no DF.

 

Na ocasião, os representantes da entidade solicitaram apoio ao secretário para a realização da tradicional Festa de São José do Ribamar. Para a diretora Gilza Everton, o festejo popular une costumes do povo maranhense e resgata as tradições regionais da população que escolheu o Distrito Federal como residência. “Este evento aproxima o povo do Maranhão que mora aqui, com todos os rituais, músicas, comidas típicas e crenças religiosas”, ressalta.

 

Previsto para acontecer em outubro deste ano, a festa regional conta com recursos de emendas parlmanetares e será celebrado junto à Secec através de Termo de Fomento. Buscando orientações técnicas, a dupla pediu esclarecimentos sobre estruturação do projeto que deverá ser apresentado para a execução do recurso.

 

De acordo com o secretário Adão Cândido, a admissibilidade dos projetos se dá a partir dos ritos oficiais da Secec. “Executamos todos os termos de fomento que cumprem as exigências burocráticas e pertinências culturais, sem exceção. Creio que o que foi apresentado, se não houver diligência, será empenhado em tempo hábil,” explica.

 

Cândido finalizou a reunião ressaltando como são analisados os projetos provenientes de emendas, desde a apresentação do plano de trabalho, escolha da Organização de Sociedade Civil – OSC, até a apresentação das diligências solicitadas pela área técnica. Ele se colocou à disposição para esclarecimentos acerca dos trâmites e manifestou total apoio para os pleitos da população maranhense residente no Distrito Federal.