Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/18 às 18h44 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Secretaria de Cultura deu posse a 34 novos servidores. 

COMPARTILHAR

Novos servidores trarão mais agilidade aos processos administrativos de políticas culturais do Distrito Federal

 

 

Como forma de recompor o quadro de funcionários e fortalecer a gestão pública, a Secretaria de Cultura deu posse nesta quinta (14), no auditório da Biblioteca Nacional de Brasília, a 34 novos servidores. A cerimônia foi presidida pelo subsecretário de Administração Geral (SUAG), Tiago Rodrigo Gonçalves.

 

Devido à carência de servidores e a extensão de trabalho do setor, o subsecretário acredita que a chegada deste grupo irá beneficiar a todos. “É mais um reforço na Secretaria de Cultura. Já é a terceira posse que estamos dando, desde o ano passado, e esperamos empossar mais pessoas”, ele afirma. Neste primeiro momento, eles serão lotados provisoriamente em setores diferentes onde terão seus desempenhos e adaptações avaliados.

 

Na próxima semana, os novos servidores irão passar por um curso de capacitação com o objetivo de orientá-los sobre as funções do dia a dia. Temas como Lei Orgânica da Cultura, orçamento, estatuto do servidor e excelência no atendimento ao cidadão serão abordados. “Esse curso vai ser um pouco menor do que o oferecido ao grupo anterior. Agregado à esse grupo, também irá participar o pessoal que tomou posse  há três semanas atrás”, diz o subsecretário. Os músicos da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro irão participar de um treinamento específico ministrado pelo Maestro Claudio Cohen.

 

Para Mariana Soares, subsecretária de Políticas de Desenvolvimento e Promoção Cultural (SPDPC), também presente na cerimônia, a posse representa “um salto quântico, de qualidade, de capacidade, de produção e entendimento da cultura que irá refletir em todo o Distrito Federal”. A Secretaria passou por mudanças significativas nos últimos anos, com avanços legislativos e institucionais importantes que possibilitaram a criação de novas áreas de trabalho. A posse desses servidores representa uma vitória para a cultura do Distrito Federal.