Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/08/19 às 19h00 - Atualizado em 30/08/19 às 19h00

Secec discute acervo permanente para Espaço Oscar Niemeyer

COMPARTILHAR

Em apenas cinco dias, o Espaço Oscar Niemeyer (EON) já recebeu mais de 400 visitantes. Inaugurado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) no último sábado (24) com exposição temporária de obras inéditas do artista goiano Siron Franco que fala sobre os impactos do acidente com Césio 137, em 1987, considerado o maior acidente nuclear em área urbana do país, o EON também abrigará uma mostra permanente do arquiteto dos traços da capital.

 

O secretário de Cultura e Economia Criativa Adão Cândido afirma que desde o primeiro semestre de 2019 estão sendo feitas tratativas com a Fundação Oscar Niemeyer para recepcionar todo o acervo do arquiteto que hoje está acondicionado no Rio de Janeiro.

 

Por se tratar de um volume grande de peças, a ideia é que seja criada uma área específica dentro da Biblioteca Nacional de Brasília para tratar adequadamente o material, e que parte do acervo seja exposta no EON junto a peças de outras coleções. “Nosso objetivo é fazer um trabalho em conjunto, que dê ao público a real magnitude de trabalho esplendoroso do Oscar Niemeyer”, disse.

 

A curadoria e seleção das obras que homenageiam a trajetória de Niemeyer serão feitas pelo diretor do Espaço, Charles Cosac. São croquis, desenhos, plantas objetos e até pinturas do arquiteto que serão expostos aos visitantes. “Nosso objetivo é fazer um trabalho em conjunto, que dê ao público a real magnitude de trabalho esplendoroso do Oscar Niemeyer”, completou Cândido.