Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/19 às 22h34 - Atualizado em 4/04/19 às 12h43

Sandra Mazzini e Yutaka Toyota estreiam no Museu Nacional

COMPARTILHAR

Exposições são gratuitas e seguem até maio

 

O Museu Nacional da República realizou na noite dessa terça feira (2) a abertura de duas exposições de artistas completamente diferentes, um de 88 anos e uma de 29 anos. O aclamado representante do movimento cinético internacional Yutaka Toyota volta a Brasília e divide espaço com a jovem artista Sandra Mazzini, que experimenta com técnicas de pintura antigas e tecnologias atuais em representações da natureza.

 

As exposições “Yutaka Toyota – O Ritmo do Espaço” e “Sandra Mazzini – Paisagens Expandidas” têm curadoria de Denise Mattar. A primeira reúne cerca de 80 peças de vários períodos da produção do artista japonês e ocupa entre os dias 2 de abril e 26 de maio 1.500 metros quadrados do Museu Nacional da República.

 

Durante a abertura o pioneiro, que continua a trabalhar “a todo vapor”,  demonstra felicidade ao voltar à capital federal. Ressalta a presença de muitas esculturas e que a mostra apresenta obras de varias épocas, cada uma marcando uma fase. ” Nos últimos anos trabalhei muito no Japão e na Itália, e abandonei um pouquinho o Brasil, mas estou muito contente de voltar para Brasília e ainda no Museu de Oscar Niemeyer, que eu conheci muito”, afirma Toyota.

 

Denise Mattar, curadora da mostra, explica que o trabalho de Sandra Mazzini junta todo um conhecimento de pintura, figurativa inclusive, com uma mídia contemporânea. Ela faz uma utilização das possibilidades que se tem hoje de fotografar uma imagem, reproduzir, aumentar, diminuir, destacar pedaços, tudo isso proporcionado pelas tecnologias atuais, mas ao mesmo tempo que realiza as pinturas da mesma forma que se fazia no século 15.

 

“A artista faz uma conjunção de um olhar contemporâneo sobre uma paisagem brasileira e idílica. Hoje temos uma infinidade de trabalhos de arte conceitual que não tem compromisso com a visualidade. Muitos trabalhos é preciso ler toda a historia para saber do que se trata, e os artistas às vezes tem um pouco de medo de fazer algo belo porque existe realmente uma cobrança nesse sentido e a Sandra não tem medo de ousar a beleza. O trabalho dela é um absoluto refrigério nesse tempos tão ardidos” destaca a curadora.

 

Essas são as primeiras exposições realizadas pela nova gestão da Secretaria de Cultura, e com o Museu Nacional da República sob a direção de Charles Cosac. Na abertura das exposições, secretário de Cultura Adão Cândido elogiou as obras e a qualidade das mostras, e destacou a recente retirada de divisórias e paredes do MNdR, retornando o espaço à sua concepção original, de acordo com o projeto pensado por Niemeyer. “As duas exposições são fantásticas, com uma curadoria que traz propostas muito ricas, distintas e destacam o potencial de Brasília tanto na produção artística quanto na atração e recepção de exposições de artistas internacionais”, avalia Cândido.

 

Yutaka Toyota – O Ritmo do Espaço

Local: Museu Nacional da República
Período expositivo: 03 de abril a 26 de maio
Endereço: Setor Cultural Sul, Lote 02, Esplanada dos Ministérios, Brasília/DF
Telefone: 3325-5220
Visitação: terça a domingo das 9h às 18h30
Entrada: gratuita

 

Sandra Mazzini – Paisagens Expandidas

Local: Museu Nacional da República
Período expositivo: de 03 a 28 de abril
Endereço: Setor Cultural Sul, Lote 02, Esplanada dos Ministérios, Brasília/DF
Telefone: 3325-5220
Visitação: terça a domingo das 9h às 18h30
Entrada: gratuita