Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/07/21 às 12h57 - Atualizado em 19/07/21 às 12h08

Oito RAs mobilizam eleições dos CRCs

COMPARTILHAR

Texto: Úrsula Rodrigues / Edição: Sérgio Maggio (Ascom Secec)

13/07/2021

14:30:22

 

Na reta final para as inscrições das eleições dos Conselhos Regionais de Cultura (CRCs),  o Conselho de Cultura do Distrito Federal (CCDF) mobiliza gerentes de Cultura das oito RAs envolvidas no certame: Arniqueira, Núcleo Bandeirante, Octogonal/Sudoeste, Park Way. SIA, Lago Sul, Lago Norte e a Fercal.

 

As inscrições iniciaram-se em 21 de junho e seguem até 23 de julho (sexta-feira), com eleições marcadas para 2 a 10 de setembro de 2021. A escolha dos conselheiros é fundamental para as regiões, pois preserva as tradições locais, movimenta a Economia Criativa e dá destaque a artistas das diversas RAs.

 

Para cada região, o CCDF estudou as especificidades desses territórios a fim de adequar demandas para construir um Conselho Regional de Cultura que beneficie as populações locais. Nesse momento, a principal estratégia das RAs é a intensificação da divulgação por meio das redes sociais.

 

Em comum, os gerentes de Cultura de Arniqueira, Octogonal, Park Way, Sia e Sudoeste adiantam que há mobilização dos artistas em busca de inscrições. Todos trabalham no processo de divulgação, reforçando a importância para a construção do CRC, além de apoiar os artistas para o desenvolvimento das candidaturas.

 

“Para ser candidato para conselheiro regional de cultura é preciso apenas exercer as atividades artísticas na localidade onde ocorrerá a eleição. Estamos trabalhando para despertar esses trabalhadores, artistas e produtores. Por isso, o Conselho solicitou o apoio das Administrações Regionais e dos gerentes de Cultura no processo.”, explica a presidente do CCDF, Beth Fernandes.

 

Inscreva-se aqui

Conselhos Regionais de Cultura – Inscreva-se

 

Saiba como se inscrever

 

 

Leia mais

Conselhos Regionais têm inscrições abertas

CCDF lança edital para completar CRCs 

Conselho de Cultura do Distrito Federal CCDF

CRCs. Os desafios dos Lagos e da Fercal

 

ELEIÇÕES NO ALTO-FALANTE

Luiz Carlos – Gerente do SIA

Gerente de Cultura do SIA, Luiz Carlos Barros a cidade é atípica porque abriga o comércio e a indústria, e, devido a isso, funciona em horários e dias comerciais. Esse limite de tempo administrativo, segundo Barros, dificulta o relacionamento com as pessoas. “Tenho conversado com a população sobre as eleições. Precisamos driblar essa dificuldade e seguir embora rumo ao CRC.”, diz.

 

O Setor de Indústria e Abastecimento, SIA, nasceu com o projeto inicial de Brasília, e tem a Feira dos Importados como um grande atrativo. “O SIA tem uma presença muito forte de produtoras, casas de show e apresentações de rua.”, relata Beth Fernandes.

 

Uma das estratégias da parceria CCDF e SIA é a divulgação de spot de áudio na programação diária na Rádio Feira para falar sobre o Conselho. A Administração e a Rádio também reforçam o recado em suas redes sociais. No Lago Sul, o CCDF conseguiu colocar um áudio no Centro Comercial Gilberto Salomão.

 

Aliny Acácio, gerente de Cultura de Arniqueira, expõe que tem sido desafiante mapear artistas da cidade, assim como os projetos culturais desenvolvidos. No entanto, promove a divulgação por meio das redes sociais e acredita na formação do CRC.

 

“A criação do Conselho vai ajudar a Administração a desenvolver projetos para a comunidade. Isso fortalece a cultura e os artistas locais. Eu, como gerente, faço o necessário para que Arniqueira eleja o seu Conselho.”, diz Aliny.

 

Henrique Behr, gerente de Cultura Sudoeste/Octogonal

A situação se repete no Sudoeste/Octogonal. Henrique Behr, gerente de Cultura da RA, conta que a principal estratégia para o sucesso das candidaturas e eleições do CRC está na divulgação em grupos de WhatsApp da região. Behr também distribui panfletos e conversa presencialmente com membros da comunidade.

 

“Por ser uma região relativamente nova, a cidade ainda está em formação em termos de ter a sua própria cultura, mesmo assim, percebo o crescimento artístico, que tem ocorrido por meio das novas interações sociais.”, relata Behr.

 

Para o gerente, o maior impedimento para a expansão cultural, hoje, são os transtornos causados em função da pandemia de Covid-19.

 

Arniqueira foi implementada como Região Administrativa oficialmente em 2019, com publicação no Diário Oficial da União. O Sudoeste/Octogonal, por desmembramento da área do Cruzeiro, foi criado em 2003. Essa RA está inserida na área tombada pelo Patrimônio Histórico da Humanidade.

 

PIONEIROS EM AÇÂO

O Núcleo Bandeirante, conhecido anteriormente como Cidade Livre, foi a primeira ocupação dos candangos – famílias e trabalhadores que vieram para construir Brasília. Essa região abriga o Museu Vivo da Memória Candanga, extinto Hospital Juscelino Kubitschek de Oliveira, o primeiro hospital do DF.

 

A cidade abriga principais pontos turísticos de Brasília, como a Casa do Pioneiro, a estação ferroviária Bernardo Sayão, a Paróquia Dom Bosco, além do museu. “O Bandeirante possui a simplicidade de uma cidade do interior. Mas a participação do público é muito boa e eu acredito que os artistas podem se beneficiar com essas eleições.”, conta José Dionísio Filho, gerente de cultura do Núcleo Bandeirante.

 

Até 2003, o Park Way era parte integrante do Núcleo Bandeirante. Atualmente, a área abriga o Setor de Mansões Park Way, uma das áreas mais valorizadas do DF e o Núcleo Hortícola Suburbano de Vargem Bonita, o local é um dos maiores produtores de hortaliças do DF, e morada de pioneiros de origem japonesa.

 

Tiago Henrique, gerente do Park Way

“No Park Way, os moradores consomem muita cultura, e nos vilarejos costumam acontecer feiras de artesanato com música ao vivo. Na nossa cidade, estamos com as inscrições completas para o CRC. Acho que a partir dessa formação, será possível criar um cronograma cultural anual para a região.”, informa Thiago Henrique Prado, gerente de cultura do Park Way.

 

Além desse Núcleo Rural, existem o Córrego da Onça e Ipê Coqueiros. A região é composta por inúmeras reservas naturais do cerrado, uma delas é a Fazenda Água Limpa, de propriedade da Universidade de Brasília. Outros atrativos turísticos são o Catetinho, a Casa Niemeyer e o Brasília Country Club.

 

FIQUE POR DENTRO

O que são os Conselhos Regionais de Cultura?

Previstos na Lei Orgânica da Cultura (LOC), os Conselhos Regionais de Cultura (CRCs) possuem a missão de fortalecer e aprofundar o Sistema de Arte e Cultura do DF (SAC) ao trazer a voz da sociedade civil para a construção coletiva das políticas públicas para cultura no DF.

 

Qual a importância da eleição do CRC?

A eleição do CRC numa Região Administrativa reflete um esforço conjugado do Conselho de Cultura do DF (CCDF), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) e da comunidade artística para que esse território tenha singularidade nas discussões da política cultural no âmbito do DF.

 

Confira aqui o edital

Edital Conselho Regional de Cultural

Edital – Alteração Cronograma CRCs

 

Como é formado um Conselho Regional de Cultura?

Serão preenchidas 9 (nove) cadeiras de conselheiros(as) titulares e até 9 suplentes.

Os representantes da sociedade civil com atuação na área cultural devem ser eleitos pela comunidade local para mandatos de 3 anos, sendo:

  • 8 (oito) representações da sociedade civil com atuação na área cultural;
  • 1 (um) representante da sociedade civil líder comunitário.

 

Qual a cota para Pessoas com Deficiência nas eleições?

Dentre os 8 representantes da sociedade civil com atuação na área cultural, deve ser eleito 1 representante da acessibilidade cultural com o seguinte perfil:

  • Pessoa com deficiência do segmento da arte e cultura inclusiva, ou;
  • Pessoa com comprovada experiência em arte e cultura inclusiva, ou;
  • Pessoa com comprovada experiência em políticas afirmativas.

 

Quais Regiões Administrativas ainda não possuem CRCS eleitos?

Arniqueira, Fercal, Lago Norte, Lago Sul, Núcleo Bandeirante, Octogonal/Sudoeste, Park Way e SIA.

 

A partir de quando posso me inscrever? Quando serão as eleições?

As inscrições começam em 21 de junho e seguem até 23 de julho de 2021, enquanto as eleições serão realizadas on-line entre os dias 2 e 10 de setembro de 2021.

 

O que preciso comprovar para concorrer?

Para concorrer ao cargo, o candidato deverá apresentar currículo e portfólio comprovando que tem pelo menos três anos de atuação no setor cultural da cidade pretendida. Os interessados devem também morar no DF há dois anos ou mais e ter 18 anos ou mais no dia da posse.

 

Quem não pode se inscrever?

Não poderão se inscrever agentes culturais que exerçam cargos efetivos ou de livre nomeação e exoneração na Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, ou em qualquer Administração Regional do Distrito Federal. Também está impedido de participar o servidor ocupante de cargo de livre nomeação e exoneração em gabinetes parlamentares e de lideranças partidárias.

 

Quais os documentos serão exigidos no ato da inscrição?

No ato da inscrição, deve-se enviar, em formato PDF ou similar, os seguintes documentos:

 

  • – Cópia simples do documento de identificação oficial com foto, para provar que tem 18 anos ou mais (carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira profissional ou qualquer documento oficial com foto válido no Brasil);

 

  • – Cópia simples comprovante de residência ou de declaração de residência, comprovando que mora no DF há dois anos ou mais; Conta de água, luz ou telefone fixo ou móvel; Contrato de aluguel; Declaração de Imposto de Renda; boleto bancário; fatura de cartão de crédito; documento de veículo; infração de trânsito ou declaração de residência. Se não tiver documento em seu nome ou datado, a declaração de residência é documento válido. (ANEXO III – DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA);

 

  • – Declaração de que não é servidor efetivo ou detentor de cargo em comissão ou função de confiança na Secretaria de Cultura e Economia Criativa ou em qualquer administração regional do Distrito Federal. Declaração de que não é ocupante de cargo de livre nomeação e exoneração em gabinetes parlamentares e em lideranças partidárias; (ANEXO II – DECLARAÇÃO DE NÃO OCUPAÇÃO DE CARGO PÚBLICO);

 

 

  • – Comprovação mínima de 3 anos de atuação em arte e cultura (currículo e portfólio com fotos, programas, vídeos, matérias de jornal, folders, cartazes e “prints” da Internet. Importante que esses comprovantes estejam com data).

 

O(a)s candidatos(a)s a conselheiros representantes da comunidade cultural devem apresentar:

  • – Comprovação de experiência e atuação em ações de acessibilidade e/ou para o público em situação de vulnerabilidade social comprovado por currículo e portfólio para representante de acessibilidade cultural;
  • – Atuação no campo de liderança comunitária comprovado por currículo e portfólio
  • Comprovação de residência mínima de 2 anos no Distrito Federal:

 

Como é feita a inscrição:

As inscrições devem ser feitas por meio do formulário eletrônico (clique aqui)

 

O que ocorre após ser feita a inscrição:

O Conselho de Cultura do Distrito Federal (CCDF) vai analisar e validar os formulários e divulgar as candidaturas habilitadas entre 26 e 30 de julho. Haverá período para recurso dos candidatos (2 a 6 de agosto) e, por fim, divulgação das candidaturas finais (9 a 23 de agosto).

 

Quais formulários preencher?

Anexo I do edital e a própria ficha de preenchimento online (clique aqui)

ANEXO II – DECLARAÇÃO DE NÃO OCUPAÇÃO DE CARGO PÚBLICO)

ANEXO III – DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA 

(ANEXO IV – DECLARAÇÃO DE CIÊNCIA)

 

Acompanhe o cronograma

  • Inscrição de candidaturas 21 de junho a 23 de julho de 2021.
  • Diligências e habilitação das candidaturas válidas 24 a 28 de julho de 2021.
  • Divulgação das candidaturas habilitadas 30 de julho a 5 de agosto de 2021.
  • Recebimento de recursos 6 a 12 de agosto de 2021.
  • Divulgação das candidaturas válidas 16 a 30 de agosto de 2021.
  • Realização das eleições On Line 2 a 10 de setembro de 2021.
  • Homologação do resultado das eleições 15 a 21 de setembro de 2021.
  • Publicação DODF dos Eleitos 23 a 28 de setembro de 2021.
  • Posse WEB/Presencial 30 de setembro a 5 de outubro de 2021.

 

Conheça o CCDF

Informações e dúvidas: candidatura.conselhodecultura.df@gmail.com

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br