Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/09/20 às 11h45 - Atualizado em 28/09/20 às 12h30

Rádio Cultura transforma temas de política pública em linguagem ágil

COMPARTILHAR

Texto: Alexandre Freire. Edição: Sérgio Maggio (Ascom Secec)

28/09/2020

11:49:07

 

“Políticas públicas de um jeito que você entende”. Com essa vinheta, a Cultura FM 100,9 Mhz, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), anuncia o interprograma “Descomplica Cultura”, um dos destaques da atual programação na emissora, que virou série de “podcasts”.

 

“A Cultura FM há 32 anos presta enorme serviço à arte e à economia criativa de Brasília, produzindo diversidade e qualidade de programação. É um patrimônio da capital e prioridade em nossa gestão”, avalia o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

 

Criado em abril de 2019, o “Descomplica Cultura” propõe-se a orientar artistas e trabalhadores e trabalhadoras do setor sobre iniciativas de políticas públicas para a produção de arte e entretenimento.

 

CLIQUE AQUI PARA OUVIR A RÁDIO ON-LINE

Saiba mais sobre a Rádio Cultura

Para ver programação completa, clique aqui!

 

“Falamos tanto ao ouvinte fazedor de cultura quanto para o grande público, ajudando as pessoas a entenderem a importância do investimento na área”, explica a jornalista e servidora Nita Queiroz, idealizadora do produto radiofônico, que produz e apresenta.

 

Perto das redes

Arquivo Pessoal

Walter Silveira, diretor da Rádio Cultura: rádio encontrou nicho na internet

 

A Rádio Cultura inova na linguagem, dialogando com novas plataformas de comunicação. Recentemente, lançou o “Giro de Notícias Cultura FM Brasília”, grupo de difusão de informações para que os ouvintes recebam em primeira mão um boletim de notícias do dia pelo WhatsApp.

 

Acesse aqui o “Giro de Notícias Cultura FM Brasília” 

 

O diretor da emissora, Walter Silveira, graduado pela Escola de Comunicações e Artes da USP, com passagens pelas públicas TV Cultura, TVE do Rio e TV Brasil, além de outras do segmento comercial, aposta no veículo que fala para os formadores de opinião do DF numa linguagem que resistiu à televisão e encontrou, fortalecida, seu nicho na própria internet.

 

“Diferentemente do que se pensava, o rádio continua como um veículo de comunicação forte por sua abrangência local e eficaz pela transversalidade de sua audiência”, sentencia Silveira.

 

FOMENTO BEM EXPLICADINHO

Arquivo Pessoal

Nita Queiroz, criadora do “Descomplica Cultura”

 

A ideia do “interprograma” – que detém esse nome para diferenciá-lo do restante do conteúdo da rádio, cujo forte é música, jornalismo público e boletins – é explicar editais e chamamentos públicos em suas diferentes formas: Fundo de Apoio à Cultura (FAC), Termos de Fomento, Lei de Incentivo à Cultura e outros.

 

Nita Queiroz busca amenizar a aridez do linguajar jurídico e técnico de editais com a colocação, como fundo, de músicas de bandas e artistas locais, dando no final os créditos. Com isso, o interprograma amplia o espaço de visibilidade para composições que enfrentam competição desigual em outras emissoras.

 

Sobre o “Descomplica”, Walter acredita que a aceitação do interprograma decorre do “inequívoco compromisso de informar as pessoas enquanto cidadãs, cultivando independência editorial tanto do estado como do mercado”.

 

O “Descomplica”, de periodicidade variável e duração de até 20 minutos, desdobra-se para atender a demandas mais amplas, como, recentemente, a de esclarecer aspectos da Lei Aldir Blanc, de auxílio aos fazedores de cultura – que mereceu duas edições –, elucidar aspectos legais de direitos autorais, explicar, por exemplo, a diferença entre patrimônio material e imaterial ou mergulhar nos números da economia criativa, importante motor da atividade empresarial no DF.

 

FAZEDORES DE CULTURA

Arquivo Pessoal

Produtora Beatriz Chaves: programa facilita trocas de saberes

 

Fã da Cultura FM, a produtora cultural Beatriz Chaves conheceu o programa ‘Descomplica Cultura’ quando fechou uma entrevista sobre o “Baleia” (aspas), projeto aprovado pelo FAC Áreas Culturais de 2018, no qual Beatriz executa em parceria com outras mulheres.

 

“A proposta do “Descomplica” é muito importante para que nós, fazedores de cultura, possamos trocar experiências, aprendizados e sonhos. Além disso, foi ótimo poder divulgar a nossa convocatória em um programa de rádio na tentativa de alcançar outras mulheres artistas brasilienses”, relata Beatriz.

 

Beatriz explica que o Baleia faz mapeamento, publicação e premiação de mulheres artistas visuais brasilienses. Ao longo de 2020/2021, quatro convocatórias vão resultar em publicações em formato “zine” (cada uma com trabalho de 20 artistas) e quatro premiações. “O lançamento da primeira publicação está previsto para outubro de 2020”, adianta. Mais informações estão disponíveis em baleiadf.com.br e no instagram.com/baleiadf.

 

Podcasts

 

O sucesso do programa elevou-o à condição de podcasts apreciados pelos fazedores de cultura. 17 dos mais recentes podem ser ouvidos nas plataformas Google Podcast, Spotify e Anchor, cujo aplicativo é utilizado na produção dos arquivos digitais do “Descomplica”. Outros 15 estarão disponíveis em breve. “Vou subir os mais antigos para deixar lá o histórico completo”, promete Nita.

 

“A rádio que toca Brasília” (outra de suas assinaturas) também pode ser acompanhada pelos sites das rádios Câmara, Comunidade DF e nos aplicativos Radiosnet e Radio Garden, entre outros.

 

Cultura FM 100,9

Podcasts no Spotify (clique aqui)

Perfis sociais nas redes:

Twitter @culturafmdf

Instagram @cultura1009

Facebook @CulturaFMBrasilia

E-mail promo.culturafm@cultura.df.gov.br

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br