Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/02/19 às 16h21 - Atualizado em 13/02/19 às 16h22

Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional inicia comemorações dos 100 anos do maestro Cláudio Santoro

COMPARTILHAR

 

Homenagens se estenderão até o aniversário de 60 anos de Brasília

 

As comemorações do centenário de nascimento do maestro Cláudio Santoro iniciaram nesta terça-feira (12) com um concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional realizado na Escola de Música de Brasília. Durante a apresentação, os músicos executaram três peças do compositor que escolheu Brasília como sua cidade.

 

Em seu discurso, o secretário de Cultura, Adão Cândido, ressaltou a ligação de Cláudio Santoro com a capital federal. Segundo ele, a criação da Orquestra Sinfônica foi um dos principais legados do maestro para Brasília. Para ele, dar ao Teatro Nacional seu nome, trata-se de “uma bela e justa homenagem” ao compositor.

 

A importância de Cláudio Santoro para a história da música no Brasil e no cenário internacional foi destacada por Adão Cândido que anunciou parceria com a Unesco para finalizar o processo de catalogação das obras do compositor iniciado em 2009. “Essa linha de pesquisa visa dar prosseguimento ao tombamento da obra como patrimônio cultural do Distrito Federal que deverá estar concluídos para as comemorações dos 60 anos de Brasília em 2020”, explicou.

 

A bailarina Gisele Santoro, viúva do maestro, enalteceu a iniciativa da Secretaria de Cultura e destacou que os grandes compromissos de Cláudio Santoro sempre foram a música e Brasília.

 

A programação das comemorações dos 100 anos de Cláudio Santoro vão se estender até o aniversário dos 60 anos de Brasília, com concertos, apresentações e eventos. De acordo com o secretário de Cultura, as celebrações serão emblemáticas, como Santoro. “A reabertura do teatro, que leva seu nome, será a nossa grande homenagem”, garantiu.