Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
14/06/23 às 17h49 - Atualizado em 14/06/23 às 17h57

Museu Vivo da Memória Candanga comemora seus 33 anos

Texto: Giselle Chassot. Edição: Lúcio Flávio

 

Quem passa pela Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia), vindo da Candangolândia e seguindo rumo ao Núcleo Bandeirante, não tem como deixar de reparar numa “vila” de sete casinhas de madeira, pintadas com cores vibrantes e que remonta às construções do início da Capital Federal. Ao redor, como parte do conjunto, um jardim abriga árvores também veteranas.

 

A alameda, perdida no tempo, já foi o Hospital Juscelino Kubitschek de Oliveira (HJKO), erguido em dois meses para acolher os operários e pioneiros, sendo desativado em 1974, quando o Hospital Distrital (depois, Hospital de Base), ficou pronto. Há pouco mais de três décadas, o local abriga o Museu Vivo da Memória Candanga (MVMC), equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), que conta com o maior acervo entre todos os museus da Capital Federal:  2.712 peças (28% do acervo da Secec).

 

Nesta quinta-feira (15/06), a partir das 15 horas, o museu comemora seu 33º aniversário, com festa, exposições e a presença dos primeiros candangos que, de alguma forma, viveram ou contribuíram para a existência do espaço, que hoje guarda histórias e cenários da Brasília dos anos 60.  Numa das exposições, por exemplo, é possível entrar numa “máquina do tempo” ao conferir reproduções de uma velha barbearia, um consultório médico, uma cantina, entre outros ambientes, além de fotografias, documentos e objetos que transportam o visitante ao passado.

 

Há também uma exposição permanente, Poeira, Lona e Concreto, que retrata a vida dos primeiros habitantes do “novo” Distrito Federal. E atividades educativas, como oficinas oferecidas à comunidade e noções de educação patrimonial e pertencimento cultural para estudantes do ensino fundamental.

 

O secretário Bartolomeu Rodrigues, o subsecretário de Patrimônio Cultural (Supac), Felipe Ramón, e a gerente do MVMC, Eliane Falcão, convidam a comunidade para a festa, que terá a seguinte programação:

 

33º aniversário deste Museu Vivo da Memória Candanga (MVMC)

  • Apresentação do evento, pelo servidor Fabiano de Oliveira Lago;
  • Será dada a palavra à gerente do MVMC;
  • Será concedida a palavra à represetante da Coordenadoria Executiva de Medidas Alternativas do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (CEMA – MPDFT);
  • Fala do Secretário Bartolomeu Rodrigues;
  • Abertura do coquetel comemorativo.
  • Também acontecem no local:
  • Exposição da Oficina da Gravura;
  • Exposição de artesanatos elaborados pelas Oficinas do MVMC;
  • Presença de pioneiros que têm laços afetivos este local;
  • Abertura da Exposição “Experimentações Impressas” – casa branca;
  • Apresentação dos membros do Projeto Educativo no MVMC (FAC).
  • Apresentação musical, entre outros.

 

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br