Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/04/21 às 10h15 - Atualizado em 26/04/21 às 11h25

Mostra Brasília 61

COMPARTILHAR

 

 

No aniversário de 61 anos da nossa capital, o Cine Brasília realiza, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, uma mostra de cinema totalmente online e gratuita para celebrar a data, de 21 a 24 de abril de 2021. A Mostra Brasília 61 tem curadoria de Newton Lima e de Rodrigo Torres, gerente e programador do Cine.

 

Leia a matéria completa sobre a Mostra Brasília 61 aqui

 

ATENÇÃO: Os filmes ficam em cartaz por 24 horas, à exceção de Dulcina, longa-metragem inédito que terá sua pré-estreia na nossa programação, sendo exibido apenas em uma sessão, às 20h, na quarta-feira (21). Os filmes da última sessão, de sábado (24) ficam disponíveis até as 10h de segunda (26).

 

Para assistir, basta clicar no título, no cartaz ou no botão abaixo de cada filme.

 

PROGRAMAÇÃO

 

SESSÃO 1 | QUARTA | 21 DE ABRIL | 20h

Acesso para o curta: das 20h do dia 21 às 20h do dia 22.

Dulcina apenas às 20h (21/4)

 

O RISCO DO ARTISTA (curta)

 

 

DULCINA (longa)

 

 

Direção: Roberto Seabra

Gênero: Documentário

Ano de produção: 2020

Duração: 21 min

Classificação: Livre

Direção: Glória Teixeira

Gênero: Documentário

Ano de produção: 2019

Duração: 94 min

Classificação: Livre

Sinopse:

O Risco do Artista conta a história do artista plástico e comunicador Darlan Rosa. Mineiro radicado em Brasília desde 1967, ele foi bastante popular entre o final dos anos 1960 e o início dos anos 1970 apresentando o programa infantil Carrossel, na antiga TV Brasília. Ao deixar a televisão, dedicou-se à publicidade voltada para a saúde pública, tendo sido o criador do Zé Gotinha, que ajudou a erradicar a pólio no Brasil. Em seguida segue carreira prolífica como artista plástico, ofício que o tornou célebre pelas esculturas espalhadas por espaços públicos da capital.

 

Assista ao trailer

Sinopse:

Documentário que retrata vida e obra da atriz e diretora de teatro Dulcina de Moraes, através de depoimentos, imagens de arquivo e encenação. Dentre os principais depoentes figuram nomes como Fernanda Montenegro, Nicete Bruno, Ruth de Sousa, Françoise Forton, Emiliano Queiroz e muitos outros grandes artistas brasileiros que conviveram com ela. O filme retrata as principais mudanças ocorridas no teatro brasileiro desde a década de 30 até os dias atuais, mudanças essas promovidas por iniciativa da Dulcina de Moraes.

 

Assista ao trailer

 

 

SESSÃO 2 | QUINTA | 22 DE ABRIL |

Acesso das 20h do dia 22/4 até as 20h do dia 23/4

 

FILHAS DE LAVADEIRAS (curta) ENTORNO DA BELEZA (longa)
Direção: Edileuza de Souza
Gênero: Documentário
Ano de produção: 2019
Duração: 22 min
Classificação indicativa: Livre
Direção: Dácia Ibiapina

Gênero: Documentário

Ano de produção: 2012

Duração: 71 min

Classificação indicativa: Livre

Sinopse:  

O documentário: “Filhas de Lavadeira” apresenta histórias de Mulheres Negras que graças ao trabalho árduo de suas mães puderam ir para escola e refazer os caminhos trilhados pelas suas antecessoras. Suas memórias, alegrias e tristezas, dores e poesias se fazem presente como possibilidades de um novo destino. Transformando o duro trabalho das lavadeiras em um espetáculo de vida e plenitude.

 

Assista ao trailer

Sinopse:

Este filme acompanha uma temporada de concursos de miss em Brasília e cidades satélites do Distrito Federal no ano de 2010. Contradições afloram em ensaios, camarins e passarelas. Fomentado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.

 

 

SESSÃO 3 | SEXTA | 23 DE ABRIL

Acesso das 20h do dia 23 às 20h do dia 24 de abril

 

FILMES DOMÉSTICOS #1 (curta) FILMES DOMÉSTICOS #2 (curta) AMOR & DESAMOR (longa)
Imagens: Acervo Cinelimite

Ano de produção: Década de 1960

Duração: 7 min

Classificação: Livre

Imagens: Acervo Ivo Barros Caruso (anos 1980)

Ano de produção: Década de 1980

Duração: 12 min

Classificação: Livre

Direção: Gerson Tavares

Gênero: Drama

Ano de produção: 1966

Duração: 90 min

Elenco: Betty Faria, Leonardo Villar, Leina Krespi

Sinopse:

Imagens domésticas criadas originalmente em Super 8mm, retratando as férias de uma família na recém inaugurada capital do Brasil. As imagens revelam alguns dos principais pontos turísticos ainda em fase de construção como a Catedral Metropolitana e a Esplanada dos Ministérios. O título foi retirado da descrição escrita no invólucro da caixa onde se encontrava a película quando foi adquirida pelo Acervo Cinelimite. O filme foi escaneado e reparado por William Plotnick.

Sinopse:

Imagens domésticas criadas originalmente em VHS, retratando as férias de uma família na capital do Brasil na década de 1980. As imagens revelam alguns dos principais pontos turísticos, incluindo a vista aérea da Torre de TV e crianças brincando na monumental rampa de acesso ao Congresso Nacional, atualmente fechada para acesso público. As cores e a resolução das imagens nos remetem à estética das imagens domésticas geradas naquele período e provocam reflexões quando comparadas à estética dos smartphones.

Sinopse:

Ambientado em Brasília, “Amor e Desamor” (1966) é a história de algumas horas na vida de um professor universitário (interpretado por Leonardo Villar), que convida para seu apartamento uma mulher casada (Leina Krespi) com quem inicialmente nutre uma relação de amizade. Essa dinâmica entre os dois toma outros rumos com o passar das horas, enquanto passado e presente do protagonista são justapostos.

 

 


SESSÃO 4 | SÁBADO | 24 DE ABRIL

Acesso das 20h do dia 24 às 20h do dia 25 de abril

 

O MISTÉRIO DA CARNE (curta)

 

Clique aqui para assistir

MARIA LUIZA (longa)

 

Clique aqui para assistir

Direção: Rafaela Camelo
Gênero: drama ficção
Ano de produção: 2018
Duração: 18 min
Classificação indicativa: 14 anos
Elenco: Bianca Terraza, Pâmela Germano
Direção: Marcelo Díaz
Gênero: Documentário
Ano de produção: 2019
Duração: 80 min
Classificação indicativa: 10 anos
Elenco: Maria Luiza da Silva
Produção: Diazul de Cinema
Patrocínio: FAC/DF
Sinopse:

Abençoado seja o domingo, dia de encontrar Giovana.

 

Assista ao trailer

Destaques trans: Participação da psicóloga e professora trans Jaqueline Gomes de Jesus, do psiquiatra e professor trans Dr. Gabriel Graça, dentre outres e música original MEU SERTÃO, do cantor sertanejo trans Cristiano Luiz Panerari (@cristianostj)

 

Assista ao trailer