Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
25/05/23 às 19h09 - Atualizado em 25/05/23 às 19h23

MAB comemora cultura africana

Texto e edição: Ascom Secec

 

O Museu de Arte de Brasíla (MAB), equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) do DF, está comemorando o Dia Internacional da África, cuja data é hoje (25). Nesse dia, em 1963, foi criada a Organização da Unidade Africana, substituída pela União Africana em 2002. Entre os objetivos das entidades estão promover a unidade entre estados do continente, coordenar a cooperação entre eles, defender a soberania desses povos e erradicar formas de colonialismo.

 

A comemoração no MAB também tem seu simbolismo. “A população africana é a que cresce mais rapidamente no mundo hoje. A África, que está na alvorada da humanidade, também está no seu futuro. É fundamental conhecermos mais sobre a arte e a cultura desses países, pois isso significa lançar um olhar sobre nossa identidade”, diz o gerente do equipamento da cultura, Marcelo Jorge.

 

O MAB está recebendo 105 itens entre arte, artesanato e têxteis africanos, fornecidos por 16 embaixadas. O visitante também poderá apreciar 25 obras do acervo do museu que foram produzidas por artistas pretos ou que trabalham com a temática étnica, como Emanoel Araújo, Rubem Valentim e Miguel Rio Branco. A exposição ficará aberta até 26 de junho. A entrada no evento é gratuita.

 

O Sistema Fecomércio-DF e embaixadas promovem amanhã e depois (26 e 27/5) eventos com foco em moda, gastronomia, música e comércio internacional. No sábado, das 16h às 22h, a DJ e produtora musical brasiliense Odara Kadiegi, filha de mãe angolana e pai carioca, comandará o som.

 

Na passarela, também no sábado, às 17h, 15 modelos da agência 3 Models desfilarão com roupas tradicionais de 32 países africanos. Cabelo, maquiagem e produção do desfile ficarão por conta de professores e alunos dos cursos do Senac. O desfile conta com apoio da Brasília Trend Fashion Week e do Grupo Cirandinha.

 

Haverá praça de alimentação com comidas típicas africanas e brasileiras, com pratos senegaleses, quenianos e também o tradicional acarajé baiano.

O senegalês naturalizado brasileiro, Ousmane Mbaye, radicado em Brasília e dono da marca Dior Thiam, de roupas típicas africanas, colocará suas peças à venda durante o encontro cultural.

 

“Vamos celebrar a cultura africana e sua influência no Brasil, reunindo representantes de 32 países, do setor produtivo do DF, do Governo do Distrito Federal e o público da cidade, que terá contato direto com diferentes expressões artísticas presentes na nossa identidade brasileira”, diz o presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire.

 

A embaixadora de Gana, Abena Busia, acredita que o evento promoverá conexões: “há tantas comidas consideradas típicas do Brasil que têm suas raízes na África. Há também o legado da música, o senso das cores e formas”, diz Busia.

 

Comércio Internacional

 

Ainda na sexta-feira (26), haverá um encontro entre empresários do Distrito Federal, representantes das embaixadas e do GDF, na Faculdade de Tecnologia e Inovação do Senac-DF. Onze empresas de diferentes ramos foram selecionadas para apresentarem seus produtos e serviços com potencial de exportação. Entre os segmentos estão vestuário, mobiliário, turismo, evento, tecnologia da informação, jogos e games.

 

Os países que representam o continente africano são Togo, Argélia, Malaui, Cabo Verde, Gana, Gabão, Marrocos, Camarões, Quênia, Guiné-Bissau, Zimbábue, Nigéria, Botsuana, África do Sul, Egito e Tanzânia.

 

Serviço

1º Dia da África do Sistema Fecomércio-DF e do Grupo de Embaixadas Africanas

Arte, Moda, Música e Gastronomia

Data: 27 de maio (sábado)

Horário: 16h às 22h (Desfile de Moda às 17h)

Local: Museu de Arte de Brasília (MAB)

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br