Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
24/03/23 às 11h00 - Atualizado em 24/03/23 às 11h38

Livro lançado com apoio do FAC desnuda a vida pulsante das RAs

Obra traz 240 registros fotográficos que ilustram atrativos culturais, religiosos, turísticos e humanos

 

Cópia do livro Guia Fora do Plano (capa azul com letras brancas e figuras de bandeirinhas coloridas)

Foto: Zuleika de Souza

 

Texto: Lúcio Flávio / Edição: Ascom Secec

 

Foram mais de seis mil quilômetros percorridos ao volante de um carro 1.0 pelas cidades do Entorno do DF. Fora as experiências das idas e vindas de três décadas e meia como repórter e colunista do Correio Braziliense. Projeto gestado há, pelo menos, 15 anos, o livro Guia Fora do Plano, da jornalista, escritora e cronista Conceição Freitas, foi viabilizado com recursos de quase R$ 50 mil do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec). O lançamento será neste sábado (25/3), das 15h às 19h, na Banca da 308 Sul.

 

“Arapoanga e Água Quente não entraram porque não deu tempo”, avisa Ceiça, em referência às duas novas cidades criadas recentemente no governo Ibaneis Rocha. “Na próxima edição vai entrar”, planeja.

 

Uma radiografia carinhosa, afetiva e – como o título insinua -, didática sobre 32 regiões administrativas, o livro é um bibelô para amantes da vida pulsante que vislumbra além do horizonte de Brasília e o seu Plano Piloto. É o que defende a autora ao narrar a história desses lugares, revelando seus atrativos culturais, religiosos, turísticos e, sobretudo, humanos. Ilustra a narrativa gostosa e cativante de Conceição cheia de histórias incríveis e informações preciosas, fotos de arquivos dos primórdios dessas RAs e cerca de 240 registros autorais, outrora poéticos da fotógrafa Zuleika de Souza.

 

São cliques de fachadas e janelas de casas coloridas e seus jardins pequenos, contudo bem cuidados ou de residências gradeadas pela arquitetura do medo, dos imensos parques recreativos e ecológicos recheados de flora e animais singulares, enfim, de praças, prédios, feiras, igrejas, avenidas e ruas adornados por vibrante arte urbana, além de diversos pontos turísticos. Alguns deles, diga-se de passagem, equipamentos administrados pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, como o telúrico Catetinho.

 

Conceição Freitas vestida de blusa alaranjada, sorrindo, com óculos, segurando o livro Guia Fora do Plano

Conceição Freitas. Foto: Zuleika de Souza

“Descobri que cidade mesmo são as ‘satélites’, o Brasil verdadeiro, real, que no Plano Piloto eu não vejo. O Brasil de verdade eu vejo nas Satélites”, diz Conceição, nascida em Manaus, mas desde o final dos anos 80 radicada na capital. “A ideia é desmistificar que Brasília é só o Plano Piloto, que só existem coisas legais no Plano, que vale a pena dar um passeio no Taguacenter, no Varjão, em Brazlândia e conhecer os casarões históricos, conhecer a comercial do Paranoá, ver a vista do Lago da cidade”, acrescenta Zuleika.

 

CURIOSIDADES E DADOS

 

Por se tratar de um guia, a obra destrincha, em ordem alfabética, não apenas a origem dessas 32 regiões administrativas, mas, além de dicas de lugares bacanas de se visitar e conhecer, traz dados importantes como o número de habitantes, a renda média domiciliar e predominância de cor dos moradores e muitas curiosidades. Uma divertida maneira de conhecer e se encantar com cada um desses locais.

 

A Cidade Estrutural, por exemplo, é a cidade do DF com o maior número de bicicletas por habitantes: 45% das casas têm uma bike. São Sebastião ganha esse nome, claro, em homenagem ao padroeiro da antiga capital do Brasil, Rio de Janeiro, mas também em referência a Tião Areia, um dos primeiros candangos a chegar ao local. Poucos sabem, mas a Fercal, a menor RA, com pouco mais de nove mil habitantes, é uma das três cidades locais mais antiga, disputando antiguidade com a Candangolândia e Núcleo Bandeirante.

 

“Quem é de Brasília pertence a dois lugares: a capital tão reverenciada e poderosa e a satélite onde a gente mora – a casa sem paredes que todas as noites ou todos os dias nos chama de volta”, escreve Conceição na apresentação. “Ela nos guia”, encerra.

 

SERVIÇO

Guia Fora do Plano

Lançamento: 25 de março de 2023 (sábado)

Horário: 15h às 19h

Local: Banca da 308 Sul

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br