Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/12/17 às 17h17 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Foyer da Villa-Lobos é reaberto para visita

COMPARTILHAR

No marco dos 30 anos da declaração de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade, o principal acesso ao Teatro Nacional Claudio Santoro, o Foyer da Sala Villa-Lobos, foi reaberto para visitação do público. O espaço funcionará a partir de hoje, sempre de terça a domingo, das 9h às 18h. Esta reabertura representa o primeiro passo para o processo de recuperação do Teatro Nacional, fechado desde janeiro de 2014 por não atender às normas de segurança e acessibilidade vigentes.

 

Esta ação está incluída dentro do programa Lugar de Cultura, que visa a valorização de todos os espaços culturais do Distrito Federal, desde investimento em gestão dos equipamentos às obras necessárias. “Num momento de crise tão grave, estamos conseguindo fazer avanços históricos”, frisou o secretário de Cultura, Guilherme Reis, durante a cerimônia, na qual também foi lançado o Prêmio José Aparecido e ainda sancionada a Lei Orgânica da Cultura (LOC), pelo governador, Rodrigo Rollemberg.

 

Adornado pelos jardins de Burle Marx, com painel de baixo relevo criado por Athos Bulcão, o Foyer da Villa-Lobos também acomoda duas grandes esculturas: A contorcionista, de Alfredo Ceschiatti; e O pássaro, de Marianne Peretti. Ao fundo e no centro do foyer funciona a bilheteria, em mesa de concreto armado. Desde sua inauguração, o espaço recebe recitais, saraus, exposições, lançamentos de livros e espetáculos.

 

A expectativa é que o espaço receba programação regular após o Carnaval. Neste momento, visitantes poderão conhecer um pouco da história de Brasília, por meio de painéis do Arquivo Público do Distrito Federal e também a história do próprio Teatro Nacional.

 

Reforma do Teatro Nacional

 

Em outubro de 2017, a Secretaria de Cultura do DF lançou chamamento público para parceria com uma organização da sociedade civil para captar recursos para ações do Eixo de Infraestrutura do Projeto Cultural do Teatro Nacional Claudio Santoro, incluindo reforma e revitalização das instalações do Teatro – Fase 1 (Sala Martins Penna). O período de inscrições foi encerrado nesta semana com o recebimento de duas propostas, atualmente em análise pela Comissão de Julgamento do Edital.

 

Obras de arte do Foyer da Sala Villa-Lobos

 

Relevo em mármore branco

Obra de Athos Bulcão. Instalado em 1976, tem 262cm x 4.214cm.

 

A contorcionista

Obra de Alfredo Ceschiatti. Escultura em bronze não polido, com 2,46m x 1,80m, executada em 1952 e instalada no foyer

em 1980.

 

O pássaro

Obra de Marianne Peretti. Escultura em bronze polido, de 1,80m sobre pedestal de 60cm e pesando 804kg.

 

Serviço

 

Foyer da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro

 

Setor Cultural Norte, em frente à Rodoviária do Plano Piloto.

 

Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h.

 

Mais informações: 3325-6205