Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/19 às 17h00 - Atualizado em 25/06/19 às 14h42

Filme com visão polêmica sobre o casamento num Brasil do futuro estreia no Cine Brasília

COMPARTILHAR

 

“Divino Amor”, de Gabriel Mascaro, com ingressos populares, tem como mote “quem ama não trai, divide”

 

O Cine Brasília exibe nesta quarta-feira, 26, uma estreia nacional que promete render polêmicas para um tema que não deixa ninguém completamente de fora: o casamento. “Divino Amor”, de Gabriel Mascaro (mesmo diretor do sensual drama “Boi Neon”, 2015), projeta uma ficção social que pretende desenhar como o Brasil lidaria em 2027 com o controverso matrimônio. O mote do filme alerta os mais conservadores: “quem ama não trai, divide”.

 

O longa conta a história de Joana (Dira Paes), uma mulher muito religiosa, escrivã de cartório, que usa de sua posição no trabalho para dissuadir casais que querem peticionar a separação. “Enquanto espera por um sinal em reconhecimento pelos seus esforços, ela é confrontada com uma crise no seu próprio casamento”, anuncia o material de divulgação, evitando “spoilers”.

 

A coprodução entre Brasil, Uruguai, Dinamarca e Noruega, Suécia e Chile estreou mundialmente no Festival de Sundance (EUA) e logo depois participou da Mostra Panorama no 69º Festival de Berlim em fevereiro deste ano. O trabalho de Mascaro, que além de cineasta é artista visual, foi selecionado para mais de quarenta festivais. Na quinta, 27, “Divino Amor”, produção independente e de baixo orçamento, ganha as telas do restante do país.

 

Em Brasília, a distribuidora Vitrine Filmes promete promover um debate sobre  o filme na quarta-feira, depois da sessão, com representantes do segmento religioso e mediação de jornalista, para “pôr lenha na fogueira”, nas palavras do marketing da empresa. “O Cine Brasília é um parceiro perfeito para isso. Além do espaço amplo, tem ingressos a preços populares, o que torna o evento mais democrático”, explica a equipe de Vitrine à frente do lançamento. Se depender do suspense, vão faltar assentos.

 

Atualização da postagem: hoje foram confirmadas as participações, como debatedoras, de:

 

Profª Tânia Siqueira Montoro, do Departamento de Audiovisuais e Publicidade da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). A docente tem estudos na área de cinema e acompanha o trabalho do Gabriel Mascaro.

 

Reverenda Tatiana Ribeiro, responsável pela Catedral da Ressurreição, da Igreja Episcopal Anglicana.

 

Serviço

 

“Divino Amor”

De Gabriel Mascaro (2019, drama, 101 minutos, 18 anos)

Pré-estreia na quarta-feira, 26, às 20h, seguida de debate

Ingressos a R$ 12 (inteira); bilheteria não aceita cartões

Cine Brasília

Entrequadra Sul 106/107, telefone: (61) 3244-1660