Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/10/21 às 9h47 - Atualizado em 15/10/21 às 13h56

Feira no Setor na Galeria dos Estados

COMPARTILHAR

Texto: Úrsula Rodrigues /Edição: Sâmea Andrade

15/10/2021

09:53:24

 

Ouça o resumo da notícia

 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) promove, a partir deste domingo (17/10), feira de arte e gastronomia na Galeria dos Estados. Com recursos provenientes de termo de fomento realizado com o Instituto Cultural e Social No Setor, no valor de R$ 160 mil, a atração gratuita vai até 5 de dezembro.

 

A estimativa é que o Feira no Setor gere 250 empregos diretos e indiretos. O Instituto também estima circulação mínima de 2 mil pessoas por dia. Ao longo dos oito domingos, a Organização da Sociedade Civil (OSC) espera, ao todo, até 16 mil pessoas.

 

Artesanato, comida, orgânicos, compotas, moda, autocuidado, biocosméticos, arte, economia criativa e muita cultura popular serão oferecidos ao público. Ao todo, foram selecionados cerca de 40 pequenos produtores e empreendedores das diversas regiões do Distrito Federal.

 

“A gente já trabalha com ocupação de espaços públicos do centro de Brasília, especificamente no Setor Comercial Sul (SCS). A Galeria dos Estados foi reformada recentemente e é um espaço público bom, bonito, moderno, que gostaríamos de usar para dar um propósito”, conta Érica Cidade, assessora de comunicação do No Setor.

 

 

Em Brasília, o No Setor é uma instituição conhecida pelo trabalho de ocupação cultural e integração social de pessoas em situação de rua. Érica conta que o intuito da OSC é tentar tirar o estigma da localidade, além de tentar trazer uma feira permanente que, com o tempo, possa passar a ser algo tradicional da cidade.

 

Seguindo os critérios de acessibilidade previstos nos editais da Secec, o No Setor vai disponibilizar profissionais treinados para auxiliar deficientes visuais a participarem de experiências táteis com os produtos da feira.

 

O evento também contará com a ação SCS Tour, uma visita guiada que inclui a história do SCS e de Brasília. Organizado pela OSC há algum tempo, o projeto funciona sob a perspectiva de mistura dos preceitos do turismo e da cultura patrimonial e imaterial da cidade. O passeio, todo a pé, começa na quadra 01 e leva cerca de duas horas.

 

Rafael Reis, coordenador do Escritório de Projetos do No Setor, informou sobre a programação para os domingos. “Além de disponibilizar os profissionais de libras, estamos articulando atividades formativas para ocupar essas edições da feira com temáticas de diversos aspectos como sustentabilidade, igualdade de gênero e combate ao racismo”, relata.

 

GALERIA DOS ESTADOS

Após o desabamento de uma das suas vias do Eixo Monumental Sul, em 2019, a Galeria foi reconstruída e entregue para a população do DF em Setembro de 2020. Em julho de 2021, a Secec realizou o 4º Encontro de Grafite, com o intuito de fortalecer a conexão e a divulgação dos produtores de arte urbana da cidade.

 

Por ser uma galeria a céu aberto, o local foi escolhido para receber o público de maneira segura, devido a pandemia. O evento contará com equipe de fiscalização para assegurar que haja espaçamento mínimo de 1,5 m entre os feirantes, disponibilizar álcool em gel e assegurar o uso de máscara.

 

FEIRA NO SETOR

Todo domingo, a partir de 17 de outubro.

Das 9h às 17h.

Na Galeria dos Estados (entre o Setor Comercial Sul e o Setor Bancário Sul).

Classificação indicativa livre.

Entrada gratuita.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br