Governo do Distrito Federal
17/03/22 às 12h00 - Atualizado em 22/03/22 às 14h14

Cine Brasília exibe mostra francófona

Texto e edição: Ascom/Secec

Com informações da Gerência do Cine Brasília

17.03.22

12:00:00

 

Ouça o resumo da notícia

 

O Cine Brasília exibe nove filmes da cinematografia contemporânea em língua francesa entre os dias 18 e 23 de março (confira programação ). Trata-se da “Mostra de Cinema Francófono”, que celebra em março a cultura de 29 países no mundo que adotam o francês como língua oficial num universo de quase 40 que o cultivam com outras línguas dentro das fronteiras nacionais. A mostra traz nove filmes, envolvendo dez países.

 

Os frequentadores do equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) também podem ver no saguão, no mesmo período, a exposição “Parece que algo está acontecendo”, organizada pela Bélgica, país com tradição em histórias em quadrinhos.

 

DivulgaçãoA exposição reúne clássicos como “As Aventuras de Tintim”, de Georges Prosper Remi (1907-83), mais conhecido por Hergé, e trabalhos de artistas de gerações mais novas, que tratam de questões políticas e sociais na linguagem de HQ. Tanto a mostra de filmes como a visitação à exposição têm entrada franca.

 

As duas iniciativas são fruto de parceria entre as embaixadas francófonas na capital federal e a Coordenação de Audiovisual da Secec.

 

“O Cine Brasília tem a satisfação de receber esses dois eventos que permitem ao público brasiliense acesso a duas linguagens artísticas que estão no DNA da cidade”, comemora o gestor à frente do cinema, Douro Moura.

 

“Mostra de Cinema Francófono” 

De 18/03 a 23/03 (horários das sessões na programação) Entrada gratuita sujeita à capacidade da sala (600 lugares)

 

Sexta-feira 18/03, 19h30

Os Intranquilos (“Les Intranquilles”)
Divulgação do Filme

De Joachim Lafosse. 2021. Bélgica, Luxemburgo, França. 118 min. Drama. Classificação: 12 anos.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Leila e Damien se amam profundamente. Apesar de sua bipolaridade, ele tenta continuar sua vida com ela sabendo que talvez nunca seja capaz de lhe dar o que ela quer.

 

Sábado, 19/03

Wùlu, às 17h

Divulgação do Filme

De Daouda Coulibaly. 2016. Senegal, Mali, França. 95 min. Drama. Classificação: 16.
Idiomas: francês e bambara (legendado em português). Sinopse: Ladji tem 20 anos. Ele trabalha duro como aprendiz de motorista em Bamako. Quando a promoção que ele julga merecer é recusada, sua situação financeira o leva a procurar Driss, um traficante de drogas que lhe deve um favor. Ele começa a vender cocaína e logo se vê afundado no mundo do tráfico.

 

“Meu querido filho” (“Weldi”), às 19h

Divulgação do Filme

De Mohammed Bem Attia. 2019. Tunísia, Bélgica, França. 104 min. Drama. Classificação: 12.
Idioma: árabe (legendado em português). Sinopse: Riadh está prestes a se aposentar como motorista no porto de Túnis. Com Nazli, ele forma um casal unido em torno de seu único filho, Sami. As repetidas enxaquecas dele preocupam seus pais e no momento em que Riadh acha que seu filho está melhor, ele desaparece.

 

Domingo, 20/03

Divulgação do Filme

“A Família” (“La Mif”), às 17h
De Frédéric Baillif. 2021. Suíça. 110 min. Drama. Classificação: 14.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Dentro de uma casa de acolhimento, vive um grupo de meninas adolescentes com seus educadores. A convivência entre elas se assemelha à de uma família, já que elas não escolheram viver juntas sob o mesmo teto. O sistema rígido e retrógado é revelado após um incidente desencadear uma sequência de acontecimentos.

 

“A língua é uma história de amor” (“La langue est donc une histoire d’amour”). às 19h

Divulgação do Filme

De Andres Livov. 2019. Canadá. 86 min. Documentário. Classificação: 14. Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Em Montreal, na classe da Sra. Loiseau, novos alunos estão começando o ano letivo. Quer venham da Síria, Nepal, Afeganistão ou Djibuti, seus conhecimentos de francês são pobres ou inexistentes. Em contato com o professor empático e apaixonado, estes adultos que sonham com uma vida melhor, e alguns dos quais nunca haviam ido à escola antes, se familiarizam com a cultura de seu país anfitrião. Entrevista pré-gravada com o diretor do filme antes da projeção (5 min).

 

Segunda, 21/03, 19h
“Febre” (“Fièvres”)

De Hicham Ayouch. 2013. França, Marrocos. 89 min. Drama. Classificação: 16.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Benjamin, 13 anos, está em guerra com a vida, os adultos e si mesmo. Com sua mãe presa, ele passa a viver com seu pai, que até então não conhecia. Este é um homem falido de mais de 40 anos que ainda vive com os pais nos subúrbios de Paris e trabalha num depósito. Mas a chegada do adolescente vai perturbar gravemente sua vida e a da sua família.

 

Terça, 22/03, 19h
“Petit Pays”

Divulgação do Filme

De Eric Barbier. 2020. Ruanda, França. 113 min. Drama. Classificação: 16.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Nos anos 1990, um menino vive no Burundi com seu pai, um empresário francês, sua mãe ruandesa e sua irmãzinha. Ele passa seu tempo brincando com seus colegas de classe até o início da guerra civil, acabando com a inocência da sua infância.

 

Quarta, 23/03, 19h (sessão dupla)

 

“Longas férias” (“De longues vacances”)
De Caroline Nugues-Bourchat. 2015. Bélgica. 16 min. Animação. Classificação: Livre.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Este verão, Louise descobre pela primeira vez as alegrias de acampar junto ao mar com os pais. Com o seu pai, ela recolhe tesouros preciosos que ele acredita que pertenciam a uma sereia.

 

“Nós Duas” (“Deux”)

Divulgação do Filme
De Filippo Meneghetti. 2019. Luxemburgo, Bélgica, França. 95 min. Drama. Classificação: 12.
Idioma: francês (legendado em português). Sinopse: Nina e Madeleine, duas mulheres aposentadas, têm um relacionamento secreto por anos. Para toda família, elas são apenas vizinhas, porém elas se dividem entre os dois apartamentos compartilhando os prazeres da vida juntas. Um dia, após um evento inesperado, o relacionamento delas vira de ponta cabeça, o que leva a filha de Madeleine a descobrir aos poucos a verdade sobre as duas.

 

Exposição “Parece que algo está acontecendo”

Divulgação
Hall do Cine Brasília
Das 14h às 23h.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br