Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/04/19 às 17h46 - Atualizado em 26/04/19 às 17h46

Escolas do DF participam de circuito educativo com visitas a Museus

COMPARTILHAR

Na última quinzena de abril até o dia 02 de maio, o Museu Nacional da República e o Tribunal de Contas da União se uniram para a realização de um circuito educativo para turmas de escolas públicas do DF. Os alunos visitam exposições em cartaz nos dois espaços, ambas de artistas nipo-brasileiros.

 

A iniciativa do circuito educativo foi fruto da parceria entre a produção da exposição Yutaka Toyota, o MNdR e o TCU. O roteiro das visitações começa com uma visita guiada por cada ponto da exposição do Museu Nacional da República, onde o guia estimula a percepção das crianças com as formas e cores presentes nas obras. Em seguida, os alunos seguem ao TCU para a outra exposição e confraternizam com um lanche.

 

As turmas agendadas para as visitas às exposições foram de escolas públicas dos ensinos infantil, a partir de 05 anos, e fundamental do DF.  Participaram do circuito educativo as escolas: Escola Classe 209 Sul, Escola Parque 308 Sul, Escola Parque 313/314 Sul, Centro de Educação Infantil do Riacho Fundo I e o Centro de Ensino Fundamental 03 do Paranoá.

 

 

Sobre as exposições:

YUTAKA TOYOTA – O Ritmo do Espaço

Depois de experimentar grande sucesso de público no Rio de Janeiro e de ser considerada a melhor retrospectiva de 2018 em São Paulo, pela APCA, chegou a vez de Brasília receber a exposição “YUTAKA TOYOTA – O Ritmo do Espaço”, e que reúne cerca de 80 peças de um dos maiores representantes do movimento cinético internacional. Ocupando 1.500 metros quadrados do Museu Nacional da República, a mostra que tem patrocínio da Rede D’Or São Luís.

Onde: Museu Nacional da República

Quando: 02 de abril a 26 de maio.

Quanto: Entrada Franca

 

TOMIE OHTAKE – Instante

A exposição ‘”Instante – cores gravadas de Tomie Ohtake” conta com cerca de 70 obras que evidenciam como a gravura sempre foi um campo inesgotável de experiências para a artista. Experimentalismo incomum para a técnica milenar, a obra em gravura de Tomie surpreende não só pela inovação, como também por uma fecunda produção que resultou em centenas de séries.

Onde: Centro Cultural TCU – Instituto Serzedello Corrêa.

Quando: 20 de fevereiro a 4 de maio.

Quanto: Entrada Franca.