Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/19 às 10h58 - Atualizado em 1/10/19 às 10h58

Documentário sobre amamentação tem lançamento seguido de debate no Cine Brasília

COMPARTILHAR

Entra em cartaz também mostra de cinema japonês baseada na arte do mangá

 

O Cine Brasília programa o lançamento do filme “De Peito Aberto”, de Graziela Mantoanelli, nesta quinta-feira (03). O média metragem que discute questões em torno da amamentação se baseia na observação de famílias engajadas na defesa do aleitamento materno. Essa leitura toca em questões correlatas, como o feminismo e o lugar que a mulher busca ocupar na sociedade atual.

 

Aproveitando o movimento de discussão na esteira do “De Peito Aberto”, haverá um debate no sábado (05), às 16h, no foyer do Cine Brasília, após a exibição do documentário às 14h30, com a enfermeira Lívia Minatel. Ela é especialista em aleitamento materno e atua como consultora na área de cuidados nutritivos com recém-nascidos.

 

“Acredito que o principal obstáculo à amamentação é o lobby da indústria alimentícia, que acaba tendo uma relação antiética e conflitante com profissionais de saúde, preferindo prescrever fórmulas a acolher e auxiliar as mães com a amamentação”, diz Lívia.

 

Ela aponta como outra dificuldade “a romantização da amamentação na mídia, que pinta sempre a lactante como uma mulher feliz, calma e plena, sem dificuldades no pós-parto”. A consultora observa que as mulheres em geral não se identificam com essa representação, pois “na prática sabemos que o puerpério é uma fase muito desafiante e a rede de apoio é fundamental para uma amamentação mais tranquila”.

 

Continua em cartaz outro documentário brasileiro, “Carta para Além dos Muros”, que conta a trajetória histórica do vírus HIV e da AIDS no Brasil, desde a epidemia surgiu, na década de 1980, até os dias atuais.

 

“Manga Cinema

Na “Manga Cinema”, os quadrinhos japoneses (conhecidos como mangás) ganham vida. Com áudio original em japonês e legendas em português, é uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), a Fundação Japão e a Embaixada do Japão no Brasil.

 

Trata-se de adaptações com atores em carne e osso inspirados nas aventuras do mangá, em argumentos na comédia, ficção científica e do gênero “slice of life”, em que uma estética naturalista da vida real centra-se nos conflitos do cotidiano.

 

Um dos temas favoritos dos quadrinhos do Japão, a vida estudantil de jovens, domina esta seleção de filmes, com histórias divertidas e emocionantes que agradam ao público de todas as idades. Entrada Franca.

 

Confira a seguir fichas técnicas e sinopses.

 

“De Peito Aberto”
De Graziela Mantoanelli (2019, documentário, Brasil, 80 minutos, 12 anos)

Sinopse
Seis mães de diferentes realidades socioculturais compartilham os seis primeiros meses de vida dos seus bebês, o tempo recomendado pela Organização Mundial de Saúde para alimentar crianças somente com leite materno. Lidando com muitas emoções e questões sociais, a diretora Graziela Mantoanelli aborda políticas públicas, interesses privados por trás do mesmame precoce, os diversos modelos de família e o papel da mulher na sociedade.

Trailer:
https://www.youtube.com/watch?v=KEpvxSNcfHM

 

“Carta para Além dos Muros”
De André Canto (2019, documentário, Brasil, 85 minutos, 12 anos)

Sinopse
A trajetória histórica do vírus HIV e da AIDS no Brasil, desde a epidemia que tomou o mundo e deixou milhares de vítimas nas décadas de 1980 e 1990 até os dias atuais. Através de entrevistas com médicos, pessoas que vivem com o vírus, ex-ministros, personalidades e representantes de movimentos conscientizadores sobre a epidemia, o diretor propõe uma reflexão sobre a evolução dos tratamentos e os desafios e estigmas ainda enfrentados por portadores de HIV.

Trailer:
https://www.youtube.com/watch?v=FhsfHXgDeQg

 

Mostra

“Psychic Kusuo” (Saiki Kusuo no Sainan)
De Yuichi Fukuda (2017, Japão, comédia/live-action, 97 min, cor, livre)

Sinopse
Após consagrar-se com os sucessos “Gintama” e “Hentai Kamen”, Yuichi Fukuda atua como diretor e roteirista nesta nova adaptação inspirada no mangá. Kusuo Saiki procura viver sua rotina diária como estudante, escondendo suas habilidades paranormais, porém acaba se envolvendo com um colega problemático. A relação indesejada é a receita para muitos problemas, e o que era para ser um simples festival cultural de escola se torna em uma situação que ameaça a existência do planeta.

 

“Seto e Utsumi”
De Tatsuhi Omori (2016, drama, Japão, 75 min, cor, livre)

Sinopse
Baseada num mangá de sucesso, a história se desenrola em torno das divertidas conversas entre estudantes colegiais da região de Kansai. Utsumi e Seto passam a tarde na beira do córrego jogando conversa fora, falando sobre futilidades, fazendo piadas e tratando também de assuntos mais sérios da juventude.

 

“Inuyashiki”
De Shinsuke Sato (2018, live-action/ficção científica , Japão, 127 min, cor, livre)

Sinopse
Este live action do anime Inuyashiki é baseado no Mangá de ficção científica de Hiroya Oku, que retrata o conflito de valores entre um jovem e um homem de meia idade reencarnados em corpos em forma de máquina. Inuyashiki, um pacato funcionário corporativo quarentão, se envolve num acidente misterioso e se transforma num sofisticado Cyborg e decide usar seus poderes sobre-humanos para salvar as pessoas. Porém Shishigami, um estudante colegial que se envolveu no mesmo acidente, usa seus poderes para cometer assassinatos em massa.

 

“Teiichi, Batalha Suprema” (Teiichi no Kuni)
De Akira Nagai (2017, Japão, live-action, 118 min, cor, livre)

Sinopse
Este filme foi baseado no mangá de Usamaru Furuya, que também ganhou adaptação teatral. O roteiro retrata a trajetória de estudantes ao longo da disputa na eleição do conselho estudantil. Ao ingressar na escola de elite japonesa Kaitei, o ambicioso Teiichi busca o posto da presidência do conselho visando conquistar futuramente uma vaga no gabinete do governo. Porém, uma série de obstáculos aguardam por ele.

 

“Waterboys”
De Shinobu Yaguchi (2001, drama, Japão, 91 min, cor, 10 anos)

Sinopse
Waterboys conta a história de cinco garotos que, estimulados por uma atraente professora de natação, decidem montar uma equipe de nado sincronizado. Mas a professora, que descobre estar grávida, logo é obrigada a se afastar da escola por conta da maternidade. Determinados a manter a equipe, os meninos buscam então a ajuda de um domador de golfinhos do Sea World do Japão, que aceita treiná-los em troca de serviços nos aquários do parque. O acordo inusitado causa muita confusão.

 

“O Lugar Prometido em Nossa Juventude” (Kumo no Mukou, Yakusoku no Basho)
De Makoto Shinkai (2004, animação, Japão, 91 min, cor, livre)

Sinopse
Em uma linha de tempo alternativa, no pós-Segunda Guerra Mundial, o Japão foi dividido e ocupado por duas potências rivais. Hokkaido foi anexada pela UNION, enquanto Honshu e as outras ilhas do sul ficaram sob a ocupação dos EUA. Hiroki, Takuya e Sayuri são dois meninos e uma menina que vivem em Aomori, a província mais próxima de Honshu para Hokkaido. Uma torre misteriosa acende a curiosidade dos jovens, que acabam surpreendidos por um desaparecimento e uma descoberta inesperada.

 

“Em Busca das Estrelas” (Hoshiwo Ou Kodomo)
De Makoto Shinkai (2011, animação/aventura, Japão, 116 min, cor, livre)

Sinopse
Esta bela animação conta a história de amadurecimento da jovem Asuna, adolescente solitária que é forçada a crescer precocemente pela ausência dos pais. Ela passa os dias a ouvir uma música misteriosa em um rádio de cristal herdado do pai, até o momento em que ela é atacada por uma terrível criatura. A heroína é resgatada por personagem de um mundo subterrâneo, e parte numa viagem de aventuras para desvendar segredos sobre a vida e a morte.

 

“De Mim para Você” (Kimi ni Todoke)
De Naoto Kumazawa (2010, romance, Japão, 128 min, cor, 10 anos)

Sinopse
Baseado no mangá homônimo de Karuho Shiina, o filme narra as transformações da vida da adolescente Sawako, uma garota tímida e generosa que sofre com as comparações com a protagonista do filme de terror “O Chamado”. Consciente da própria imagem, que lhe rende o apelido de Sadako, a estudante evita relacionamentos e tenta passar desapercebida em sua vida escolar. Um dia, ao ir para o colégio, a jovem conhece o charmoso adolescente Kazehaya, e tudo em seu mundo muda com a influência do rapaz popular e brilhante.

 

Programação de 2 a 6 de outubro

Quarta, 2
16h – “Carta para Além dos Muros”
18h – Abertura Mostra Cinema Japonês
20h – “Psychic Kusuo”

Quinta, 3
16h – “De Peito Aberto”
18h – “Seto and Utsumi”
20h – “Inuyashiki”

Sexta, 4
16h – “De Peito Aberto”
18h – “Teiichi, Batalha Suprema”
20h – “Inuyashiki”

Sábado, 5
14h30 – “De Peito Aberto”
16h – Debate no Foyer (evento paralelo à mostra)
16h – “Waterboys”
18h – “Psychic Kusuo”
20h – “Teiichi, Batalha Suprema”

Domingo, 6
14h30 – “De Peito Aberto”
16h – “Um Lugar Prometido em Nossa Juventude”
18h – “Em Busca das Estrelas”
20h – “De Mim pra Você”

 

Serviço
“De Peito Aberto” e “Carta para além dos muros”, entrada cobrada.
Sábado, 5, às 16h, palestra/debate com enfermeira especialista em amamentação Lívia Minatel. Foyer externo norte do Cine Brasília. Entrada Franca.
Ingressos a R$ 12 (inteira); a bilheteria não aceita cartões, apenas dinheiro.
Manga Cinema – entrada franca
Endereço: Asa Sul, entrequadra 106/107. Telefone: (61) 3244-1660.