Governo do Distrito Federal
22/03/22 às 12h14 - Atualizado em 23/03/22 às 20h27

Cultura pop coreana movimenta Cine Brasília

Texto: Lúcio Flávio (Agência Brasília / Edição: Sérgio Maggio (Ascom Secec)

22/3/2022

10:05:34

 

 Ouça o resumo da notícia:

 

Foi uma surpresa e tanto. Daquelas para entrar na história. E entrou. Vencedor do Oscar de melhor filme em 2020, o sul-coreano “Parasita” (2019) tornou-se o primeiro longa não falado em inglês a abiscoitar a estatueta na maior festa do cinema mundial. Uma febre surgiu em torno das produções audiovisuais do país asiático que, por sinal, já vinha despontando na cena contemporânea desde o sucesso do ágil “Old Boy”, de Park Chan-wook. A mais recente sensação vinda de lá é a série ‘Round 6’.

 

Uma parceria que envolve a Embaixada da República da Coreia, o Centro Cultural Coreano no Brasil e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) brinda o público brasiliense com os sucessos das telonas desse “tigre” da economia mundial na Mostra de Cinema Coreano em Brasília, programada entre os dias 25 de março e 3 de abril.

 

“O Cine Brasília tem refletido em sua programação a ebulição cultural de países como a Coreia do Sul”, destaca o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

 

Ao todo, serão exibidos, no Cine Brasília, dez títulos dos mais variados gêneros, da comédia ao drama, passando pelo suspense, ação, thriller de guerra e até animação. A entrada ao cinema é franca, e os ingressos estão disponíveis por meio do site www.eventbrite.com.br.

 

Paralelamente à exibição dos filmes, o público vai conhecer a culinária coreana com degustação de comidas típicas do país, além de se divertir com um aulão gratuito de k-pop realizado entre os dias 26 e 27 de março e 2 e 3 de abril, na área externa do cinema, além de exposição de fotos com os lugares turísticos mais marcantes da Coreia do Sul montada no foyer do Cine Brasília. Todas as atividades culturais também serão gratuitas.

 

“Espero que os brasileiros possam sentir maior proximidade com o nosso país. Com base na força da cultura, desejo que os dois povos possam elevar o seu nível de relacionamento e mútua compreensão”, completa o embaixador da República da Coreia no Brasil, Lim Ki-mo.

 

CINEMA OUSADO E ECLÉTICO

 

Aclamado nos festivais de cinema mundo afora nos últimos anos, o cinema sul-coreano tem surpreendido pela ousadia das tramas, repletas de reviravolta e olhar social contundente, além da qualidade técnica singular. É uma das indústrias mais potentes do momento que prima pela diversidade temática.

 

“Percebe-se que há um interesse em filmes e séries coreanos. O objetivo da mostra é apresentar os mais diversos gêneros de filmes do país aos cinéfilos que moram em Brasília. O elenco dos filmes conta com alguns dos atores mais famosos da Coreia”, observa Dong Hyun Lee, integrante do Centro Cultural Coreano no Brasil, sediado em São Paulo, e curador da mostra. “Essa seleção traz uma variedade de gêneros para alcançar a todos os gostos”, diz.

 

 

Chama atenção na programação a animação ‘Sapatinho Vermelho e os Sete Anões’ (2019), uma releitura da fábula infantil realizada pela trinca de cineastas Sung-ho Hong, Moo-Hyun Jang, Young Sik Uhm. Direcionado para o público infantil, o filme é dublado em português para curtição da garotada.

 

MUNDO ADULTO

 

Em “Kundo: era Fora de Controle” (2014), de Yoon Jong-bin, o espectador é convidado a um passeio pelo período dos reinados e dinastias coreana do século 19, no rastro de um bando de criminosos que, no melhor estilo do herói britânico, Robin Hood, rouba dos nobres para dar aos pobres.

 

Um pedaço da história política do país faz parte do festival sul-coreano em Brasília. Ambientado nos anos 1950, período da guerra entre as duas Coreias, “A Linha de Frente” (2011), de Jang Hoon, traz narrativa eletrizante para mostrar os dois lados do combate histórico.

 

No thriller, “Um Dia Difícil” (2014), de Kim Seong-hun, detetive que acaba de perder a mãe se envolve em diversas situações inusitadas após atropelar um sujeito. Remake de comédia japonesa, “Luck Key” (2016), de Lee Gae-byok, conta história de comediante frustrado que tem sua vida mudada após encontrar a “chave da sorte”. Já no suspense “O Túnel” (2016), de Kim Seong-hun, um vendedor de carro sofre acidente inusitado no dia do aniversário.

 

Comédias românticas também estão no roteiro da mostra coreana com os filmes “Tudo Sobre Minha Mulher” (2012), de Kyu-dong Min, e “Meu Amor, Minha Noiva”, de Im Chan-sang. Sucesso de bilheteria na Coreia do Sul, “Secretamente, Grandemente” (2013) mescla comédia, ação e drama, e narra as atrapalhadas e tensões de um grupo de espiões norte-coreanos infiltrados no país vizinho.

 

Em “Os Ladrões” (2012), de Choi Dong-hun, ação e drama se misturam para contar a história de um grupo de vigaristas que planeja o roubo de valioso diamante roubo em Macau (China).

 

GASTRONOMIA COREANA

Para acompanhar as sessões de filmes coreanos no Cine Brasília, a degustação de comidinhas típicas do país asiático é atração antes de cada exibição, na área externa do espaço. O encontro será promovido pelas profissionais da gastronomia Camila Figueiredo e Bárbara Barreto, dentro de projeto que visa promover e popularizar a cultura culinária coreana no Brasil, o Maum Umsik.

 

“Maum representa o que vem do coração, da alma, das memórias, das histórias. Umsik vem de ‘comida’ e, portanto, um resgate da comida que vem do coração, onde se encontra conforto e é carregada de histórias e de memórias”, explica Camila Figueiredo.

 

Durante dez dias um menu de degustação com quatro pratos emblemáticos locais serão preparados para os visitantes da mostra, entre eles o popular tteokpokki, massa de arroz servida em molho picante.

 

“As expectativas são as melhores, principalmente, por entendermos que Brasília está se abrindo aos sabores coreanos. Quem visitar o estande vai conhecer um pouco mais da história desses pratos”, comenta Bárbara Barreto. “Será um momento de troca e compartilhamento dos sabores e conhecimentos que essa cozinha ancestral e cheia de saberes carrega”, reforça Camila Figueiredo.

 

MÚSICA POP COREANA

 

K-pop – música pop coreana – é um fenômeno mundial desde 2013, a ponto de popularizar, em escala interplanetária, a expressão. Criada em 2013, a banda BTS (acrônico de beyond the scene) talvez seja a síntese do segredo do sucesso da moderna cultura sul-coreana contemporânea, com os sete integrantes da banda deslizando pelos palcos e clipes em danças descoladas e cheia de charme juvenil.

 

Febre entre os jovens brasileiros, as coreografias serão encenadas na área externa do Cine Brasília – aos sábados (26 e 27 março) e domingo (02), sempre após a sessão das 15h da Mostra Coreana – pelo professor de k-pop Kai Hyden, que começou, em 2007, quando descobriu o ritmo por acaso na Internet.

 

“O k-pop está bem popular, pelo menos mais aceito entre os jovens brasileiros”, comenta Hyden, que além de ensinar os movimentos da dança, faz covers de artistas coreanos, apresentando-se em eventos e concursos em outros estados brasileiros.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

 

Filmes

25/3, às 19h.

“A Linha de Frente”. 16 anos, legendado.

26/3. às 15h.

Sapatinho Vermelho e os Sete Anões. Livre, dublado.

às 19h.

“Secretamente, Grandemente”. 16 anos, legendado.

27/3, às 15h.

“Luck Key”. 16 anos, legendado.

às 19h.

“Os Ladrões”. 16 anos, legendado.

28/3, às 19h.

“Meu Amor, Minha Noiva.” 16 anos, legendado.

29/3, às 19h.

“Um Dia Difícil”. 16 anos, legendado.

30/3, às 19h.

“Secretamente, Grandemente”. 16 anos, legendado.

31/3, às 19h

“Os Ladrões”. 16 anos, legendado.

1/4 às 19h.

“Tudo Sobre a Minha Esposa”. 16 anos, legendado.

2/4, às 15h.

“O Túnel”. 12 anos, legendado.

às 19h.

“Meu Amor, Minha Noiva”. 16 anos, legendado.

 3/4, às 15h

“Kundo”. 16 anos, legendado.

às 19h.

“Um Dia Difícil”. 16 anos, legendado

 

Degustação da gastronomia coreana

Durante todos os dias da Mostra, 40 minutos antes de cada sessão de filme.

 

Aulas K-Pop

 

Aos sábados e domingos da Mostra, ao término da sessão das 15h.

 

Cine Brasília

Endereço: EQS 106/107 Sul

Entrada gratuita – www.eventbrite.com.br

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br