Governo do Distrito Federal
25/02/22 às 15h43 - Atualizado em 3/03/22 às 10h44

Cultura avalia painéis de Athos no Aeroporto

Texto: Beth Fernandes / Edição: Ascom/Secec.

3/3/2022

10:30:34

 

Ouça o resumo da notícia:

 

A primeira ação de fiscalização efetuada em 2022 pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), sobre o estado de conservação das obras de arte e arquitetura tombadas no Distrito Federal, teve bom resultado: os painéis de Athos Bulcão instalados no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek estão em bom estado, como podem comprovar as pessoas que por lá transitam.

 

A ação de rotina foi realizada pela Diretoria de Preservação (DIPRES) da Subsecretaria de Patrimônio Cultural (SUPAC), visto que a obra de Athos Bulcão está protegida por tombamento desde 2009, devido à sua importância na identidade da paisagem urbana de Brasília.

 

Tombamento da obra de Athos Bulcão

Decreto 31067 de 23/11/2009

 

O Aeroporto Internacional JK abriga três painéis de Athos Bulcão, sendo dois painéis de azulejos e um de metal, colocados em diferentes dependências à vista dos milhares de passageiros que por ali passam diariamente.

 

 

Os dois painéis em azulejos foram feitos sob encomenda, em 1993. O primeiro compõe-se de azulejos estampados em amarelo e laranja e está localizado na Sala de Espera Nacional. Na Sala de Espera Internacional, está o painel em azul e verde. Ambos revestem as faces convexas de paredes curvas, e o seus aspectos finais são dinâmicos.

 

Obra avaliada

O painel em metal, que data de 2003, está agora localizado na parede posterior do Terraço do Aeroshopping. É de grandes proporções, formado pela sequência de elementos verticais confeccionados em chapa de aço perfurada e dobrada, pintadas com tinta automotiva nas cores azul claro, verde, amarelo, rosa claro e marrom. Os diferentes padrões de chapas estão dispostos de forma intercalada e aleatória. Em conjunto, geram uma composição abstrata, marcada pelo ritmo horizontal dinâmico e pela variedade cromática da obra.

 

MONITORAMENTO PREVENTIVO

A fiscalização constatou que os primeiros estão bem conservados, necessitando apenas que seja observado com cuidado o distanciamento das cadeiras colocadas próximas a eles, para evitar danos futuros. Já o de metal apresenta início de corrosão em algumas partes, o que demandará ação corretiva e preventiva.

 

A Secec vai encaminhar à Inframérica, responsável pelo aeroporto, junto com os laudos de vistoria, o “Manual de Conservação Preventiva para Obras de Athos Bulcão“, elaborado pela Gerência de Conservação e Restauro, para fornecer diretrizes práticas de manutenção e conservação das obras.

 

Segundo o subsecretário Aquiles Brayner, a ação fiscalizadora de rotina da pasta, a cargo da Diretoria de Preservação, é de grande importância para a manutenção da paisagem urbana protegida do DF.

 

“O monitoramento é uma das ferramentas mais efetivas da conservação preventiva, pois é o momento metodológico em que acontece o diagnóstico do bem, a identificação dos danos existentes e dos danos potenciais, visando embasar a elaboração de um plano de conservação curativa que prolongue a existência do bem”, afirma.

 

Esse procedimento estabelece relações imprescindíveis entre os órgãos fiscalizadores, os proprietários e a comunidade, pois as trocas de conhecimento e de informação, bem como o compartilhamento de funções e de responsabilidades, auxiliam na manutenção da integridade e na perpetuação do patrimônio por mais gerações, estreitando as parcerias necessárias para preservação efetiva do patrimônio cultural.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br