Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
19/04/23 às 15h54 - Atualizado em 19/04/23 às 18h02

Cartões postais celebram o aniversário de Brasília

Oficina aberta ao público turbina educação patrimonial

 

Texto: Alexandre Freire. Edição: Lúcio Flávio

 

Como parte das comemorações do aniversário de Brasília, que completa 63 anos na próxima sexta-feira (21), a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) realizou ao longo desta semana, uma oficina aberta ao público, na Biblioteca Nacional de Brasília (BNB). Os nossos lugares na cidade recebeu doze pessoas de locais distintos da capital federal, que se inscreveram para a criação de postais artesanais, atividade divulgada nas redes sociais da pasta. O encontro aconteceu na última terça-feira (18) e foi uma iniciativa da Subsecretaria do Patrimônio Cultural (Supac), responsável direta por educação patrimonial.

 

imagem de cartão postal feito a partir da colagem de ícones diversos sobre obra de Gersion de Castro

Postal criado pela participante Beatriz Couto na oficina

As pessoas inscritas foram motivadas para o exercício de colagem por uma “viagem” feita por meio de desenhos de monumentos do Plano Piloto e de algumas regiões administrativas. Os trabalhos são de autoria de dois servidores e artistas plásticos da Diretoria de Preservação da Supac – Laura Teixeira e Gersion de Castro. Ao mostrar as imagens, eles falaram sobre os sentidos que os monumentos ganham a partir da apropriação que o público faz deles. 

 

“A ideia é que vocês criem a partir do afeto”, provocou os presentes a pedagoga e analista de atividades culturais da pasta, Alessandra Lucena Bittencourt, no Espaço Geek, local onde rolou a atividade. Trata-se de um espaço de gibis, artes gráficas e jogos, aberto ao público, que fica no segundo andar da BNB. Em sua fala, a educadora ressaltou que os monumentos “morrem” sem as pessoas. Gersion, a seu turno, frisou que o trabalho de preservação cultiva a memória e nos dá identidade.

 

Além de somar na celebração do aniversário, a oficina expressa o desejo de incrementar ferramentas para iniciativas ligadas ao Dia do Patrimônio Cultural, comemorado em 17 de agosto (e incluído no calendário escolar da rede pública de ensino através da Lei Distrital nº 5.080/2013). “A data é apenas uma referência, entendendo que o patrimônio cultural é uma constante na vida das pessoas”, registra o documento da Supac que justificou a oficina.

 

A arquiteta Maila Baia, 26, participou da oficina ao lado do irmão Jordan, 21, estudante de engenharia na Federal de Ouro Preto (Minas). Os dois estão de passeio pela capital do país. Ambos desenham. “Sou apaixonada por cartões postais”, revela Maila, que acredita ser, essa, a forma tradicional de correspondência com o mundo todo. “Eu vim porque minha irmã me convidou e achei de boa”, disse o irmão.

 

Na oficina, os cartões produzidos ficam para os participantes. “São objetos de educação patrimonial, uma ferramenta pedagógica que utilizamos”, esclarece a diretora de Preservação, Aline Ferrari, presente na abertura da oficina. Do Espaço Geek, uma parede de cobogós de concreto inspirava os participantes, com a vista para o Museu Nacional de República, parte da Catedral e muito da Esplanada. Pura Brasília.