Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/21 às 20h54 - Atualizado em 28/09/21 às 17h29

Candanguinho

Texto: Sâmea Andrade /Edição: Ascom Secec

28/05/2021

10:30:22

 

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec – DF) divulgou, nesta segunda-feira (13/9), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o resultado final do Edital n° 5/2021. O I Prêmio Candanguinho de Poesia Infanto-juvenil selecionou 30 obras inéditas de crianças e jovens entre seis e 17 anos para compor a coletânea de poesias “Mala do Livro: uma viagem na cultura”, em celebração aos 30 anos do projeto da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB).

 

Confira o Resultado final do Edital n° 5/2021

 

“A grande adesão ao Candanguinho mostra que essa iniciativa estava sendo requerida há muito tempo. Um espaço para que crianças e jovens possam se expressar era uma lacuna no DF. Por isso, a equipe da BNB envolvida no projeto está muito entusiasmada com os resultados. Esse programa e o prêmio representam um pedacinho de um desafio maior de estímulo à escrita, à leitura e à oralidade que a Secec está construindo”, explica Beth Fernandes, assessora de Relações Institucionais da Secec.

 

Confira na íntegra

Edital 5 – Candanguinho

Portaria 75

 

 

As 30 poesias selecionadas serão publicadas em coletânea nos formatos e-book, livro impresso, em Braille e/ou áudio-livro. Além de 10 exemplares da obra impressa, os autores das poesias classificadas nos três primeiros lugares de cada categoria receberão, do primeiro ao terceiro colocado, respectivamente, um smartphone, um tablet e um leitor de e-book. Os demais selecionados ganham certificado de participação e dois exemplares da coletânea.

 

O chamamento público, iniciativa da Biblioteca Nacional de Brasília, atende à Política do Livro, Escrita e Oralidade do Distrito Federal. “Nosso objetivo é incentivar a criatividade da população jovem do DF por meio da linguagem escrita, dando o protagonismo à Mala do Livro, que completou 30 anos em 2020”, reforçou a Diretora da BNB, Elisa Raquel Quelemes.

 

Uma novidade neste edital é a inclusão, com reserva de vagas para Pessoas com Deficiência (PCD) e a possibilidade de envio das poesias por arquivos digitais em áudio. Nesse sentido, a Secec convidou um cadeirante a participar da Comissão de Seleção responsável pela avaliação das obras – formada por dois servidores da pasta e três membros da sociedade civil.

 

 

VALORIZANDO A INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

 

“Estava na hora de haver um espaço para as crianças e jovens de Brasília se expressarem por meio da poesia. Quando anda pelo DF e convive com essa galera, você percebe que eles têm uma criatividade enorme, que só precisam de um canal para se colocar”, defende a Chefe da Assessoria de Relações Institucionais da Secec e Coordenadora da Comissão de Seleção, Beth Fernandes.

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Ascom/Secec)

E-mail: comunicacao@cultura.df.gov.br