Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/10/19 às 16h07 - Atualizado em 30/10/19 às 16h07

Brasília 60 Anos já tem sua marca

COMPARTILHAR

“Na escrita, aspas [“ ”] é um sinal de pontuação cuja principal finalidade é destacar alguma parte de um texto, distinguindo-a do restante”. Este foi o ponto de partida para o artista Felipe Mello Honda desenvolver o conceito vencedor do edital lançado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa para a marca dos 60 anos de Brasília. O resultado final da seleção foi publicado nesta quarta-feira (30) no Diário Oficial do Distrito Federal.

 

Intitulado “Aspas”, o projeto destaca pontos marcantes da capital federal, como sua arquitetura. De acordo com o artista, formado em design gráfico, vista de cima, a cidade apresenta uma série de objetos geométricos que “se destacam assim como palavras entre aspas dentro de um texto”, explica na apresentação da proposta.

 

Felipe Honda conta que ao criar o conceito da marca para os 60 de Brasília, seu objetivo foi criar um signo forte e de fácil identificação e, para isso, lançou mão de princípios abstratos e geométricos. “A marca pode se assemelhar às aspas que funcionam como um destaque utilizado para contar a história dos nossos 60 anos”, diz.

 

Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa Adão Cândido, a escolha do projeto foi um processo amplo, que envolveu representantes de todo o Distrito Federal. A criação da identidade de uma data tão simbólica para a capital do país é carregada de significados. Por isso, segundo ele, a ideia de abrir a seleção somente para artistas locais. “Nossa cidade é plural na sua formação, com pessoas de todos os cantos do Brasil e do mundo. Curiosamente, é essa diversidade que faz de Brasília tão singular”.

 

Ele também explicou que a seleção levou em conta aspectos técnicos como visão conceitual da marca, originalidade do memorial descritivo e aspectos como criatividade, inovação e usabilidade. Os critérios foram avaliados por representantes da Secec e da Secretaria de Comunicação do Governo do Distrito Federal, além de Mauro Martins, designer reconhecido nacional e internacionalmente e que representou a sociedade civil no processo.

 

Ao todo, 117 propostas foram habilitadas no edital e avaliadas pela equipe de seleção. O número de inscrições superou a expectativa da Secec, bem como a qualidade dos trabalhos apresentados. A marca escolhida será apresentada ao público em 30 dias, prazo que o artista terá para concluir o trabalho, a partir do conceito vencedor. A marca, suas aplicações e variações será exposta no Complexo Cultural da República e estampará as mais diversas ações programadas para o aniversário da cidade em 2020. O artista vencedor também receberá premiação no valor de R$25 mil.