Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
18/03/24 às 17h35 - Atualizado em 18/03/24 às 18h54

BNB recebe shows musicais a partir deste mês

 

“BNB Musical” vem aí! A partir de março, uma vez por mês, nas noites de terça-feira, a Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) vai receber “pocket” shows (espetáculos de 50 minutos a uma hora de duração). Artistas consagrados do Distrito Federal se alternarão no palco com estudantes de música sempre às 19h30.

 

“‘BNB Musical’ não é apenas um palco para performances, é um portal que conecta passado, presente e futuro da música brasiliense. Uma celebração da criatividade e da colaboração entre artistas locais, é o eco de nossa riqueza cultural”, afirma o Secretário de Cultura e Economia Criativa (Secec), Claudio Abrantes.

 

Dois servidores da pasta, Rodrigo Mendes, violonista, e Newton Lima, compositor – ambos com dois CDs lançados, cada um –, vão fazer a curadoria do projeto. As apresentações gratuitas serão no auditório do 2º andar da maior biblioteca pública de Brasília.

 

“A ideia do projeto é fomentar e dinamizar o intercâmbio entre músicos de diferentes cidades do DF, possibilitando cooperação e parcerias entre eles”, explica Lima, pedagogo de formação, que assina o projeto piloto da iniciativa em parceria com o colega Mendes, bibliotecário.

Entre os objetivos específicos do “BNB Musical” estão fazer parcerias com a Escola de Música de Brasília, o Departamento de Música da UnB e o Clube do Choro entre outros. “Precisamos divulgar a produção musical dos colegas locais”, frisa Newton, integrante de uma família que sempre cultivou vários gêneros nos saraus domésticos. “A gente lia os vinis. Era o nosso ‘Google’ da época”, compara ele.

 

“Enxergo o projeto como um resgate. Já houve iniciativas semelhantes em outros espaços, como na Biblioteca Demonstrativa de Brasília. É importante reforçar movimentos como esse”, emenda Rodrigo. Ele costuma largar a classificação de livros do acervo da BNB e dar uma palinha uma vez por mês na Biblioteca Pública de Brasília, na Asa Sul. Lá ocorre desde 2019, a cada última sexta-feira, a sessão de improvisos Roda de Choro, comandada pelos instrumentistas que a prestigiam. O evento é gratuito.

 

Clube do Choro

Os músicos convidados para a estreia do BNB Musical à noite são o violonista Augusto Contreiras, um dos fundadores do Clube do Choro de Brasília, e o clarinetista Fernando Machado, professor da Escola de Música de Brasília e da Escola de Choro Raphael Rabello.“A importância desse projeto é enorme porque dá mais projeção para os artistas da cidade, abrindo um espaço público para eles. Além disso, possibilita ao público frequentador da BNB conhecerem melhor as propostas musicais desse pessoal”, elogia Augusto Contreiras. Ele integrou o “Choro Livre”, destacado grupo do DF que se apresentou, de 2005 a 2015, com estrelas como Altamiro Carrilho, Paulo Moura, Turíbio Santos, Dominguinhos e Paulinho da Viola.“O auditório da BNB é muito bom, serve até para música de câmara. Eu provavelmente vou tocar sem microfone. Faço votos que o projeto tenha vida longa”, emenda Fernando, que já passou pela Orquestra Filarmônica de Goiás e a Orquestra do Teatro Nacional Cláudio Santoro. Fernando e Augusto fazem parte hoje do grupo musical “Aperto de Mão”.

 

A dupla promete apresentar ao público que comparecer à primeira edição da BNB Musical composições de grandes chorões brasileiros como Jacob do Bandolim, K-Ximbinho, João Pernambuco, Luiz Americano e Severino Araújo. Também no repertório, os artistas estão programando versões instrumentais de sambas e valsas.

 

 

Serviço
“BNB Musical”
19h30 – Augusto Contreiras (violão) e Fernando Machado (clarineta)
Dia 26 de março
Auditório da BNB (2º andar)
Entrada Franca