Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/06/14 às 20h50 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Torre de TV recebe exposição sobre 48 anos de Festa dos Estados

COMPARTILHAR


Exposição inaugura novo espaço cultural com a história da Festa dos Estados

O Mezanino da Torre de TV recebe, até o dia 20 de julho, a exposição Festa dos Estados – 48 Anos de História com Brasília. Com mais de 60 fotografias, a mostra tem o objetivo de reascender a imagem da capital do país como um centro de diversidade cultural.

Estão expostas fotografias que retratam a história da Casa do Candango, instituição responsável pela criação da festa, painéis com reportagens que apresentam ao público as 48 edições do evento, curiosidades que aconteceram em cada ano e um painel interativo.

Desde sua abertura, no dia 7 de junho, a mostra recebeu, aproximadamente 600 visitantes. Dentre eles, o equatoriano Alessandro Armas, que vive na Suécia e veio especialmente para a Copa do Mundo da Fifa 2014. “Brasília é diferente de todos os lugares que já conheci e sua arquitetura é muito bela”, opinou.

Festas dos Estados

A Festa dos Estados surgiu com o intuito de gerar recursos para a Casa dos Candangos. O evento reunia milhares de pessoas e cada estado levava para o encontro o que havia de melhor na cultura, gastronomia, artesanato e costumes.

Foram realizadas 48 edições da Festa dos Estados, que se tornou um dos mais importantes eventos culturais e turísticos de Brasília por muitos anos, tendo seu auge entre os anos 1960 e 1980.

 

Serviço

Exposição “Festa dos Estados – 48 Anos de História com Brasília”.

Até 20 de julho de 2014, no Mezanino da Torre de TV.

Visitação de terça a domingo, das 10h às 18h.

Entrada franca.

Classificação livre.

 

Elba Ramalho

Dia 19 de junho, a partir das 19h.

Show gratuito, na área externa da Torre de TV.

Abertura com Balé Flor do Cerrado.

Classificação livre.

 

Dhi Ribeiro

Dia 20 de julho, a partir das 19h.

Show de encerramento da exposição “Festa dos Estados – 48 Anos de História com Brasília”.

Entrada Franca.

Classificação livre.