Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/16 às 15h22 - Atualizado em 13/11/18 às 14h50

Teatro para bebês roda o DF com apoio do FAC

COMPARTILHAR

III Festival Primeiro Olhar leva espetáculos a crianças de até cinco anos

Financiado pelo FAC – Fundo de Apoio à Cultura, o Distrito Federal recebe, entre os dias 27 de junho e 17 de julho, o III Festival Primeiro Olhar, com apresentações de espetáculos infantis e oficinas, além de outras atrações.

O objetivo do evento é fazer com que crianças de até cinco anos de idade possam se relacionar com a arte e a cultura de forma lúdica.

Durante vinte dias o III Festival Primeiro Olhar traz espetáculos como: poemas cênicos; um canto visual de um barítono e um percussionista; uma mostra de filmes para bebês; um recital musical para recém-nascidos em recuperação nas incubadoras; e um seminário sobre o Marco Legal pela Primeira Infância.

Alguns eventos serão apresentados, ainda, em creches do Varjão e na Ceilândia (DF); outros alcançam um presídio e uma maternidade, abrilhantando o Festival.

O programa vai ocupar três sábados e domingos seguidos na Sala Plínio Marcos da Funarte, com espetáculos sempre às 11h e às 15h.

No primeiro fim de semana de julho (2 e 3), a atração será o espetáculo “Café Frágil”, que fez mais de 200 apresentações de sucesso em festivais de vários países europeus, como Portugal, Itália, França, Bélgica e Alemanha, entre outros.

No segundo fim de semana (9 e 10), outra peça: “O Farol”, com criação, direção e atuação assinadas pela dupla Fernanda Cabral e Clarice Cardell, atrizes brasilienses que viveram e fizeram carreira na Espanha.

No último sábado e domingo (16 e 17) será a vez do grupo francês Cia Acta-França, com L´ avoi ? Ode de Savon, um poema sonoro de Laurent Dupont. A companhia Acta é pioneira na criação para a primeira infância na França e reconhecida internacionalmente.

Para esses espetáculos, os ingressos custam R$ 20 a inteira e R$10 a meia, à venda 1 hora antes do início.

A oficina “Criando um espetáculo para Bebês” será gratuita com seleção feita por meio de envio de currículo.

As atividades nas creches e na maternidade do hospital também são gratuitas e fechadas para grupos especiais.

A abertura será na Creche Tia Angelina, do Varjão (DF), com a apresentação da peça Café Frágil (La Casa Incierta ? Brasília/Madri), nos dias 29 e 30/06. Também a Creche Cantinho do Girassol, de Ceilândia (DF), será brindada pelo evento, com o espetáculo “Meu Jardim”, do premiado Grupo Sobrevento (SP), no dia 5/07.

Essa peça será também apresentada nos dias 6 e 7 na Colmeia ? Penitenciária Feminina do DF, com exclusividade para bebês e suas mães presidiárias.

O projeto “Música nas Incubadoras” da cantora e atriz Fernanda Cabral é outra delicadeza do Festival. Dedicados a prematuros em recuperação no Hospital Materno Infantil de Brasília, os miniconcertos de Fernanda, programados para os dias 12 e 13, visam ajudar no resgate da saúde dos bebês e em sua ligação afetiva com as mães.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

CRIANDO UM ESPETÁCULO PARA BEBÊS (Grupo Sobrevento – SP)

A oficina leva a perceber que é preciso nova postura na atuação para bebês. Não servem mais os truques, as caretas, as cartas na manga, a emoção técnica e superficial, os velhos esquemas no palco. É preciso olhar tudo como pela primeira vez e redescobrir o que se pensava conhecer, em busca de um novo teatro e uma nova comunicação. Gratuita, voltada para atores e atrizes. Seleção por meio de envio de currículo paracasa@lacasaincierta.com.

DIAS 27, 28 e 29 de junho, de 19h a 22hs, no Departamento de Artes Cênicas da UnB, em colaboração com Cometa Cenas.

CAFÉ FRÁGIL (La Casa Incierta, Brasília/Madri)

Concebido e dirigido pelo dramaturgo espanhol Carlos Laredo com poética e estética de apurado lirismo, o espetáculo Café Frágil aborda o momento fugaz do café da manhã e o desafio cênico surge de sua evocação cultural, mitológica, filosófica e antropológica. Em meio a instalação de objetos, esculturas e pinturas, a atriz Clarice Cardell desempenha o monólogo em que dá forma a nove maletas, cada uma portando um diferente desdejum.

Dias 29 e 30/6, às 17h, na Creche Tia Angelina, no Varjão, com apresentações abertas apenas para familiares dos bebês.

Dias 2 e 3/7, às 11h e 15h, na Sala Plínio Marcos do Teatro Funarte, para o grande público.

MEU JARDIM (Grupo Sobrevento, SP)

A partir do texto da autora belga de origem iraniana, Mandana Sadat, o Grupo Sobrevento compõe um espetáculo sobre a esperança, o sonho, o desejo e a possibilidade de transformar o mundo, em uma paisagem que poderia ser o Irã ou mesmo o Brasil: entediado, em meio a um deserto, um viajante decide criar um jardim.

O Grupo Sobrevento é reconhecido internacionalmente como um dos maiores especialistas brasileiros em Teatro de Animação e uma das companhias mais importantes, estáveis e premiadas do país. Com Meu Jardim, o grupo vai brindar públicos especiais da periferia do DF: uma creche da Ceilândia e um presídio feminino, onde 40 mães detentas vão assistir o espetáculo junto com seus bebês de até seis meses de idade.

Dia 5 de julho, às 10h, na Colmeia ? Penitenciária Feminina do DF, para bebês e suas mães em situação de privação de liberdade.

Dias 6 e 7 de julho, às 10h e 15h, na Creche Cantinho do Girassol, em Ceilândia-DF. Apresentações para grupos fechados.

O FAROL (Cia. Studio Sereia, Brasília- DF)

Era uma vez uma menina que não tinha casa, só asas. Um dia ela decidiu pousar no

mar; nesse momento, se percebeu como uma menina-peixe e ouviu uma canção. Ela havia atravessado o oceano até chegar à terra onde estava a mãe dela, encostada em uma árvore, escutando a mesma canção.

Fernanda Cabral é cantora, compositora e atriz formada em Artes Cênicas pela UnB, especializada em interpretação teatral pela Real Escuela Superior de Arte Dramático de Madrid e mestranda em “Dramaturgia Musical na Criação do Teatro para Bebês”, na UnB.

Dias 9 e 10 de julho, às 11h e 15h, na Sala Plínio Marcos ? Teatro Funarte.

MÚSICA NAS INCUBADORAS (Cia. Studio Sereia, Brasília- DF)

Um encontro sensível através da música entre recém-nascidos e acompanhantes. O recital musical de Fernanda Cabral consiste em micro concertos individuais com familiares e crianças prematuras em incubadoras da área maternal de hospitais. A recuperação fisiológica do bebê e de seu vínculo emocional com a mãe é um dos principais objetivos da prática musical nas incubadoras, destinada a ambos, simultaneamente, durante o encontro.

Dias 12 e 13 de julho (para público de bebês prematuros), no Hospital Materno Infantil de Brasília. Evento fechado.

L´ AVOIR – Laurent Dupont (Cia Acta-França)

L´avoir um canto visual ou um poema sonoro que, interpretado por um barítono e um percussionista, evoca encontros ancestrais. Uma imagem que se dissolve em forma de bolhas de sabão e nos conduz à intimidade das memórias. Acta tem longa trajetória de pioneirismo na França e em todo o mundo em ações culturais e criações teatrais e de festivais, como o Premières Rencontres.

Dias 16 e 17 de julho, às 11h e 15h, na Sala Plínio Marcos – Teatro Funarte.

MOSTRA COMKIDS PRIMEIRA INFÂNCIA

A Mostra Comkids Primeira Infância vai oferecer uma seleção de curtas feitos especialmente para o público de zero a cinco anos, nos três fins de semana do calendário do festival. Serão exibidas duas sessões seguidas, com 30 minutos de duração cada, para os bebês e seus acompanhantes. A curadoria é de Vanessa Fort, roteirista e produtora do Comkids Festival de Audiovisual para Crianças de São Paulo.

Dias 2 e 3; 9 e 10, e 16 e 17 de julho, às 11h, no Cine Brasília. Entrada franca.

IV SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO MARCO LEGAL PELA PRIMEIRA INFÂNCIA

As três edições anteriores desse seminário internacional foram realizadas em Brasília, com discussões, propostas e aperfeiçoamento do Marco Legal da Primeira Infância. Recentemente sancionada como Lei Federal (nº 13.257/2016), esta legislação funda a Política Integrada da Primeira Infância, destinada a promover o desenvolvimento humano a partir dos seis anos de idade.

Agora, o IV Seminário quer contribuir com a aplicação desta lei: vai abrir espaço para parlamentares, gestores, representantes da sociedade civil, e especialistas do Brasil e exterior debaterem as políticas públicas e a troca de experiências para a primeira infância. A iniciativa é da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância e das Comissões de Constituição e Justiça e de Cidadania; Defesa dos Direitos da Mulher, Direitos Humanos e Minorias; Educação; Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, em parceria com a Procuradoria Especial da Mulher, a Comissão de Valorização da Primeira Infância do Senado e a Cia. La Casa Incierta.

Dias 5 e 7 de julho, no Auditório Petrônio Portela do Senado Federal.

Dias 6 de julho, na Câmara dos Deputados, Anexo II ? Plenários 1 e 7.

SERVIÇO:

III Festival Primeiro Olhar

De 27 de junho a 17 de julho, com eventos em Brasília, Ceilândia e Varjão.

Patrocínio: Fundo de Apoio à Cultura do Governo do Distrito Federal.