Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/08/15 às 16h20 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Sonar une música e fotografia ao ar livre

COMPARTILHAR

A Urukombi, kombi estilizada e equipada com palco, som e luz, já é conhecida do público brasiliense. Agora turbinada com um novo gerador e acompanhada de projetor e telão, levará a linguagem universal da música e da fotografia para diversas regiões do DF, em uma proposta inédita criada pelo DJ Nagô e o fotógrafo João Paulo Barbosa

Patrocinada pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), o projeto Sonar reúne em cada apresentação dois fotógrafos e um DJ convidado (cerca de 20 artistas se revezarão na missão de compartilhar com o público suas vivências no Brasil e no mundo). Cada sessão será uma experiência única, com a fusão de artistas e linguagens convidando o público a uma viagem sensorial por paisagens e povos de diferentes regiões e continentes. A fim de promover este importante diálogo intercultural que ultrapassa fronteiras e estereótipos, Sonar terá como destino lugares como Índia, Tibete e Antártica.

A ideia é democratizar cultura e levar a diversidade de horizontes, povos e sons para um público com pouco acesso a exibições deste tipo. “Queremos despertar o interesse pelo outro e os sonhos que cada um tem dentro de si a partir da paixão que compartilhamos pela fotografia e pela música. Juntas, dialogam harmoniosamente e comunicam sem rodeios, é o valor da arte ao alcance de todos.”, destaca João Paulo Barbosa.

A partir do dia 19 de agosto, o Sonar inicia o roteiro no Varjão, na Praça Central, e de lá segue para Ceilândia, Itapoã, Vila Telebrasília e Plano Piloto, em um total de dez apresentações. Acontecerá sempre às 19h, todas as quartas e quintas até 17 de setembro, em locais públicos e de fácil acesso das RAs. O roteiro completo pode ser conferido na fanpage no Facebook. O projeto conta com o patrocínio do FAC – Fundo de Apoio à Cultura do DF e o apoio da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Sonar

Quando: De 19 de agosto a 17 de setembro, sempre às quartas e quintas, das 19h às 22h

Onde: 19 e 20 na praça central do Varjão; 26 e 27 na Praça do Cidadão (Ceilândia), 2 e 3 de setembro na Praça da Resistência (Vila Telebrasília), 9 e 10 de setembro na Escola Zilda Arns (Itapoã), 16 e 17 de setembro no Museu da República.

Entrada franca