Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/07/19 às 10h14 - Atualizado em 10/07/19 às 10h16

Seminário Internacional de Dança reúne participantes de vários estados e países em Brasília

COMPARTILHAR

Inscritos fazem aulas e oficinas de preparação para concursos de bolsas ao exterior

 

O Seminário Internacional de Dança de Brasília movimenta o Centro de Dança do DF e a Sala de Balé do Teatro Nacional Cláudio Santoro. Cerca de cem inscritos ocupam os espaços, cedido ao evento pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, em diferentes aulas e oficinas. São dançarinos de todo o Brasil, como Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, e também do exterior, de países como Estados Unidos, França e Alemanha.

 

A canadense Clare Butler, 19 anos (a esquerda na foto), e a goiana Giovanna Lamboglia, 25, moram em Toronto e investiram cerca de US$ 3,5 mil para participar do evento. Clare espera conseguir oportunidades nos Estados Unidos e pretende se encontrar com participantes da companhia Sarasota Ballet, da Flórida, cuja participação no seminário está prevista. Ela dança na National Ballet of Canada. A amiga, radicada no Canadá, atua como freelancer e dá aulas de dança no país estrangeiro. É a quinta participação dela no Seminário Internacional de Dança, cuja virtude principal, acredita, é a experiência de professores e professoras convidados.

 

Entre as expectativas de estudantes está a de conseguir uma bolsa para estudar ou trabalhar em grandes companhias internacionais. Marcelo Ferreira, coreógrafo e professor do Ginasiano Escola de Dança, da cidade de Porto, em Portugal, acredita que o encontro possibilita a revelação de talentos da dança. Em 2018, o Seminário Internacional de Dança de Brasília deu mais de 50 bolsas para experiências fora do Brasil. Para conseguir uma, os participantes participam de um concurso em três etapas, nos dias 14, 17 e 19 de julho, quando será a final.