Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/02/16 às 19h41 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Vem aí o Seminário de Acessibilidade Cultural

COMPARTILHAR

Evento para realizadoras/es de cultura do DF vai tirar dúvidas e proporcionar vivências

Imagine a seguinte situação: você é cego e precisa tocar uma escultura para compreendê-la, porém, você não pode tocá-la, pois a exposição não permite. Como seria sua relação com a arte, tendo em vista que a maioria das exposições são assim? Pensando nesses limites para as pessoas com deficiência e nas dificuldades que muitas/os produtoras/es encontram de tornar seus eventos acessíveis, a Secretaria de Cultura, por meio da Subsecretaria de Cidadania e Diversidade Cultural, realizará, no dia 2 de março, a partir das 9h, no Auditório do Museu Nacional da República, o Seminário de Acessibilidade Cultural para Produtoras/es.

 

Voltado para produtoras/es e realizadoras/es de atividades culturais do Distrito Federal, o seminário tem por objetivo apresentar as normas de Acessibilidade aplicadas à Cultura, explicar a Lei Brasileira de Inclusão e o seu impacto nas produções culturais do DF, bem como oferecer um panorama a respeito de Acessibilidade, Acessibilidade Cultural, Arte Inclusiva e assuntos relativos.

 

Esta é uma demanda que já vem sendo apresentada pelo segmento há um tempo e que dá continuidade a uma série de ações anteriores da Secretaria. A primeira edição do Seminário foi oferecida internamente, para todas as Subsecretarias. Depois, foi a vez das/os Gestoras/es de Cultura das Regiões Administrativas participarem e agora é preciso expandir ao público externo.

 

As/os interessadas/os devem se inscrever pelo e-mail: acessibilidadeculturaldf@gmail.com, escrevendo no assunto “Seminário de Acessibilidade Cultural para Produtoras/es”. Na mensagem, basta enviar as seguintes informações: nome completo, telefone, e-mail, produtora ou coletivo de que faz parte e contatos desta produtora. Serão disponibilizadas 85 vagas.

 

Serviço

Seminário de Acessibilidade Cultural para Produtoras/es

Quando: 2 de março de 2016, das 9h às 18h (com uma hora de intervalo para almoço)

Onde: Auditório do Museu Nacional da República

Inscrições: acessibilidadeculturaldf@gmail.com

Mais informações: Subsecretaria de Cidadania e Diversidade Cultural – (61) 3327-5940 / (61) 3325-6267

 

Programação

9h – Abertura e Coffee Break – Primeira Dama Marcia Rollemberg; Secretário de Cultura Guilherme Reis; Secretário Nacional da Pessoa com Deficiência Antonio José Ferreira; Coordenadora do Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência na Presidência da República Anna Paula Feminella; Coordenador da Coordenação de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência Antonio Paulo Beck; Presidente da Associação Brasiliense de Deficientes Visuais Flávio Luis.

 

9h30 – Vivência – A Cegueira e o Atendimento à Pessoa com Deficiência Visual nos Espaços Culturais – Associação Brasiliense de Deficientes Visuais – ABDV

 

10h – Tema Central – A Nova Lei Brasileira de Inclusão e suas Implicações no Provimento de Acessibilidade em Eventos Culturais – Babi Barbosa, Gerente de Inclusão e Acessibilidade da Secretaria de Cultura

 

11h – O que é Acessibilidade, Acessibilidade Cultural e suas diferenças – Alê Capone, Produtora Cultural

 

12h – Intervalo para Almoço

 

13h – O que é Arte Inclusiva e quem são seus integrantes – Profa. Renata Rezende, Instituto Federal de Brasília (IFB)

 

14h – Quais são as normas de Acessibilidade para Eventos Culturais exigidas pela legislação do Distrito Federal – Sandro Roberto Farias, AGEFIS

 

15h – Quais são os direitos das Pessoas com Deficiência em shows e eventos culturais – Antonio Paulo Beck, Coordenador da Coordenação de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência – PROMODEF

 

16h – Coffee Break

 

16h10 – A Legislação que Regulamenta a Meia Entrada: Suas Normas e Implicações – Carlos Alberto Gonçalves Guimarães, Presidente do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CODDEDE

 

17h – Produtos Acessíveis: Benefícios para a Mobilização do Público e a Sua Prestação de Contas – Mary Land Brito, Coordenadora-Geral da Secretaria Nacional da Pessoa com Deficiência.