Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/02/14 às 17h40 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Segurança Pública anuncia efetivo para o Carnaval

COMPARTILHAR


Mais de 6 mil servidores estarão nas ruas garantindo a ordem


O esquema de policiamento no Distrito Federal durante o período de Carnaval será reforçado. O anúncio foi feito hoje (27), pela Secretaria de Segurança Pública, ocasião em que foram divulgados os números de efetivos das corporações que estarão de plantão e modificações que acontecerão no trânsito para permitir a passagem de blocos e foliões.

“A polícia está pronta e com um efetivo que tem numerário suficiente e qualificado para estar nas ruas nessa época de Carnaval. São mais de 5 mil policiais militares, mais de 1 mil bombeiros, 200 agentes do Detran e quase 200 agentes da Polícia Civil. As forças de Segurança estão todas comprometidas e preparadas para fazer um bom trabalho no Carnaval do Distrito Federal”, ressaltou o secretário de Segurança, Sandro Avelar.

De acordo com a pasta, o reforço no patrulhamento da Polícia Militar nas áreas onde haverá festa chega a 5 mil homens distribuídos em todos os dias de Carnaval. Esse número extra não prejudicará o policiamento em outras cidades, conforme assegurou a cúpula da Segurança. A corporação fará uso de mais de 400 viaturas.

Em todos os dias de folia o local de maior policiamento será o Gran Folia, localizado no Complexo Cultural da República. A área terá 639 PMs e 39 viaturas, 161 bombeiros e 11 veículos, e 24 agentes do Detran com 14 carros de fiscalização em cada dia de shows.

Pelo planejamento do governo, a Baratona terá, diariamente, 372 policiais; a Passarela da Alegria receberá 202 militares; o Galinho contará com 173 homens; e o Pacotão e a Baratinha somarão 108 PMs.

Além do reforço nas ruas, Avelar garantiu que as delegacias de áreas com maior movimentação também terão mais servidores para atender as pessoas que procurarem o plantão policial. Serão mais 120 agentes e 18 viaturas durante esse período. “Temos certeza de que em 2014 teremos um Carnaval de paz no que diz respeito e no que depender das forças de Segurança Pública do Distrito Federal”, acrescentou.

PARCERIA – Segundo o secretário de Cultura, Hamilton Pereira, neste Carnaval, que é o quarto da gestão Agnelo Queiroz, o GDF consolidou uma relação de respeito entre os foliões, escolas de samba e Estado. Esse fato levou, no último ano, 350 mil pessoas às ruas da capital, número que deve ser ultrapassado em 2014.

“É possível dizer com toda a tranquilidade que nós estamos em Brasília demonstrando que a relação entre o Estado e os protagonistas do Carnaval tem produzido, passo a passo, uma cultura de paz que atrai o cidadão e faz com que as pessoas possam ir com a vontade de extravasar, se alegrar, que é esse o objetivo dessa festa magnífica”, disse.

Ao todo, o GDF investiu 13,1 milhões no Carnaval brasiliense. Desse valor, R$ 5,9 milhões foram destinados às escolas de samba; R$ 1,6 milhão aos blocos tradicionais; R$ 5 milhões foram gastos em estruturas e outros R$ 650 mil em contratações artísticas que, segundo o titular da Cultura, foram priorizadas para artistas locais.

Ao todo, em todo o DF, serão realizados 69 eventos durante os dias de Carnaval. A maior parte deles, 24, está concentrada no Plano Piloto, seguido de Planaltina, com seis; Cruzeiro, Brazlândia e Núcleo Bandeirante, com cinco, cada.

Cidades como Guará, Ceilândia, Recanto das Emas e Taguatinga terão, conforme levantamento da Cultura, quatro eventos cada uma. O Paranoá terá três, Vicente Pires dois e São Sebastião, Estrutural e Águas Claras, cada uma, um evento.