Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/20 às 19h42 - Atualizado em 10/03/20 às 19h43

Secretário recebe administrador Gustavo Aires e conselheiros de cultura de Samambaia

COMPARTILHAR

Com o apoio do gerente da RA, agentes culturais entregam pautas da categoria e debatem gestão do Complexo Cultural Samambaia

 

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) Bartolomeu Rodrigues recebeu, nesta terça-feira (10), o administrador da Região Administrativa (RA) de Samambaia, Gustavo Aires, juntamente com os conselheiros de cultura da RA. O encontro teve como pauta a discussão sobre as políticas públicas de cultura e a gestão do Complexo Cultural Samambaia (CCS).

 

Na ocasião, o administrador Gustavo Aires relatou a representatividade da cena cultural de Samambaia. O gerente regional destacou o Complexo Cultural regido pela Secec como um dos espaços mais privilegiados para a cultura do Distrito Federal. “Fui surpreendido com a força cultural de Samambaia e quero apoiar e ouvir o movimento cultural local” declarou.

 

Durante o encontro, membros do Conselho de cultura de Samambaia também protocolaram uma carta aberta ao secretário, com as principais demandas da comunidade artística local. Ao pontuarem sua jornada de mobilização ao longo dos 12 anos de existência do CCS, os agentes manifestaram preocupação com a adequada ocupação do local, a fim de garantir que o complexo continue recebendo as apresentações artísticas que identifiquem a cidade.

 

O grupo ainda destacou algumas reivindicações prioritárias, como o maior acesso das comunidades artísticas e agentes culturais aos projetos da Secec, bem como a destinação de recursos financeiros ao Complexo Cultural Samambaia e a manutenção e boa utilização do espaço pela comunidade.

 

Com o apoio do administrador, os conselheiros também solicitaram ao líder da pasta atenção especial ao calendário oficial de atividades artísticas e culturais na região. “Samambaia recebe todos os anos a encenação da ‘Paixão de Cristo Negro’. Queremos apoio e visibilidade em eventos culturais dessa magnitude”, reforça o conselheiro Jadiel Teles.

 

A partir do diálogo estabelecido com o movimento cultural, Bartolomeu se comprometeu a analisar os pleitos discutidos, para prosseguir com medidas benéficas para o complexo cultural, juntamente com a participação efetiva e democrática dos artistas. O secretário ainda confirmou visita ao complexo, onde participará de programa da rádio comunitária feito pelos agentes culturais. “Tudo será aprofundado para que possamos pensar juntos nas melhorias de gestão do espaço”, garantiu.