Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/19 às 18h13 - Atualizado em 29/11/19 às 19h01

Secretário participa de visita técnica à Fundação Dulcina de Moraes

COMPARTILHAR

 

A presidência da faculdade de artes solicitou o apoio de autoridades para revitalizar o complexo cultural

 

Na manhã desta sexta-feira (29), o Secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) Adão Cândido visitou o prédio da Fundação Dulcina de Moraes. Acompanhado pelo deputado distrital Fábio Félix e sua assessoria técnica, o secretário foi recebido pela presidente da Fundação Brasileira de Teatro (FBT), Raissa Gregori e por Liana Farias, secretária-executiva da faculdade, onde discutiram alternativas de revitalização da fundação.

 

As representantes da faculdade de artes cênicas conduziram a visita técnica, apontando os problemas estruturais existentes no prédio, como 10 anos sem ar condicionado, refletores sem manutenção, salas e camarins necessitando de reformas, além dos teatros “Conchita” e “Dulcina” necessitando de restauro e manutenção. Durante a visita, elas mostraram parte do acervo, como figurinos e objetos usados pela fundadora da casa na década de 40, em espetáculos teatrais que marcaram sua carreira no Rio de Janeiro.

 

De acordo com a presidente da fundação, o prédio da Dulcina é um patrimônio tombado e um projeto que Oscar Niemeyer deu de presente para a atriz fundadora. A faculdade de artes estaria, assim, sofrendo um grande processo de deterioração ocasionado pelo tempo. “Precisamos revitalizar um dos espaços mais importantes da cultura nacional. Com a revitalização do complexo, vamos recuperar o número de alunos da faculdade, recuperando o significado do legado de Dulcina de Moraes,” destaca.

 

Durante o encontro também foi entregue um documento com a relação de prioridades para o processo de restauração do prédio. A proposta sugerida pela fundação prevê a reestruturação da fundação a partir da revitalização do complexo cultural e a criação de um museu para abrigar o acervo do teatro.

 

De acordo com o secretário Adão Cândido, é necessária a elaboração de um projeto executivo que preveja, ainda, um plano de sustentabilidade, com previsão de uma política de manutenção patrimonial. Adão explicou que, a partir desta tratativa, a Secec poderá auxiliar nas intervenções de revitalização.

 

O deputado Fábio Felix se comprometeu a destinar emendas para garantia do projeto Executivo, conforme destacado por Adão Cândido. Félix também considerou a importância de levar a pauta do Dulcina à Câmara Legislativa do DF. “A partir de um debate amplo, com apoio de gestores e parceiros, creio que conseguiremos viabilizar as reformas necessárias para o pleno funcionamento do complexo”, destaca.

 

 

Fotos: Ludimila Barbosa SECEC/DF