Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/06/19 às 15h53 - Atualizado em 25/06/19 às 15h53

Secretário de Cultura e Economia Criativa recebe associação de audiovisual do Distrito Federal

COMPARTILHAR

Na manhã de hoje, (25), o Secretário de Cultura e Economia Criativa Adão Cândido, recebeu a Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo – ABCV. Durante o encontro, o grupo manifestou solidariedade com os trabalhos da classe artística do DF, defendendo as linhas de fomento da cultura local.

 

A subsecretária de Economia Criativa, Érica Lewis, e o coordenador do audiovisual da Secec, Wanderlei Silva também participaram da reunião, juntamente com as representantes da associação, Marcela Tamm, Daniela Marinho e Rafaella Rezende, que apresentaram as demandas do setor e discutiram o peso da indústria do cinema no país. A associação reivindicou o aprimoramento do cinema brasileiro, com ações contínuas para as produções de audiovisual do DF, ampliando o debate e de aumentando a produtividade no setor.

 

Adão Cândido explicou que há um esforço da Secretaria para ampliar o acesso aos instrumentos de fomento, fazendo com mais trabalhadores possam receber os recursos, ressaltando que a contrapartida social é muito importante, a partir de propostas elaboradas pela sociedade civil, inclusive sugeriu que a associação elaborasse um documento conjuntamente com os produtores de audiovisual do Centro-Oeste.

 

O líder da pasta pede que as entidades do audiovisual se unam para apresentar as demandas em bloco, a fim de que seja feito um debate entre a Secretaria de Fazenda e o GDF, visando à construção de uma agenda de ações efetivas. A ideia é alinhar questões tributárias e burocráticas, como o lançamento dos editais aos debates no legislativo. “Aguardamos da sociedade civil propostas conjuntas para análise, para alinharmos estes arranjos regionais, coerentes com as perspectivas do setor”, reforça Adão.

 

O secretário também reforçou o bom andamento do edital para o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e garantiu priorizar, além do fomento à cultura, a gestão, a logística e a infraestrutura para a entrega de um festival com bastante subsídio em todas as áreas abrangentes do evento.

 

Cândido ressaltou que as prioridades do governo nesta gestão são os projetos de conservação e restauro dos bens culturais, baseados na lógica de valorização do patrimônio público. “Vamos focar na reabertura do teatro, e na revitalização dos equipamentos, destravando todo este complexo, com criações de atividades dentro do patrimônio, devolvendo o que é de direito da sociedade”, completa.

 

Por fim, o secretário colocou a Secec à disposição da ABCV para contribuir com a mesa de debate sobre o fomento do cinema no país, inclusive com os artistas e parceiros da indústria cinematográfica do Distrito Federal.

Leia também...