Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/09/19 às 16h46 - Atualizado em 26/09/19 às 17h24

Secec e Administração do Plano Piloto alinham calendário cultural

COMPARTILHAR

O secretário de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) Adão Cândido recebeu nesta quarta-feira (25), a administradora da Região Administrativa (RA) do Plano Piloto, Ilka Teodoro, juntamente sua assessoria técnica. O encontro teve como pauta o licenciamento dos espaços públicos da RA I para o calendário de ações culturais realizadas no Plano Piloto.

 

A gerente da RA I solicitou que o calendário oficial de datas comemorativas do DF seja alinhado com o Buriti, melhorando o diálogo e harmonia na ocupação dos espaços públicos do Plano Piloto. Além das licenças, Ilka solicitou uma prévia da programação das próximas festas, como réveillon, carnaval e aniversário de 60 anos de Brasília.

 

De acordo com Ilka, muitos eventos em Brasília são montados sem o licenciamento da Administração, gerando grande transtorno e choque de agendas nos espaços públicos da capital. Ela ressaltou a importância da sintonia entre a Administração e a Secec para a elaboração do calendário de atividades realizadas na capital. “A prévia da programação garante a agilidade no licenciamento dos espaços e maior sincronia com a agenda da RA”, detalha.

 

De acordo com o Secretário Adão Cândido, a Secec está alinhando junto ao Governo do Distrito Federal as atrações para as celebrações, em especial para o aniversário de Brasília. O líder da pasta afirmou que a prioridade é oferecer atrações a todos os públicos, garantindo segurança e conforto aos brasilienses e turistas. Ele também pontuou que o foco é utilizar recursos financeiros de modo econômico “Uma hipótese é trazer alguma atração internacional que esteja em calendário de temporada no Brasil, para não impactar no pagamento do cachê”, sugere.

 

Sobre o carnaval, Cândido ressaltou que os preparativos já começaram, com seminário envolvendo escolas de samba, que retornarão com seus desfiles em 2020. Ele também explicou que foi feita uma audiência pública em setembro para construir junto aos representantes da folia um edital do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) voltado para a festa popular. O objetivo, segundo ele, é possibilitar uma festa mais atrativa para o folião e trabalhadores envolvidos no setor. “Acredito que a Secretaria e a administração já estão bem alinhadas em relação aos licenciamentos dos espaços para o carnaval 2020”, conclui.

 

Cândido sugeriu a criação de um grupo de trabalho entre os órgãos competentes e a administração para sintonizar o andamento dos trabalhos. “Assim será possível promover ações mais organizadas e seguras para todos”, finalizou.

 

 

 

Fotos: Ludimila Barbosa / SECEC DF