Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/03/13 às 19h55 - Atualizado em 13/11/18 às 14h38

R$ 60 milhões para Cultura

COMPARTILHAR

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e o secretário de Cultura, Hamilton Pereira lançaram hoje (22/02), no Palácio do Buriti, o bloco de editais do Fundo de Apoio à Cultura do DF (FAC-DF) 2013. Este ano, serão investidos R$ 60 milhões em produção artística e cultural.

Serão sete os editais contemplados: “Demanda Espontânea”, Criação e Produção”, Apoio à Difusão e Circulação, Indicadores, Informação e Qualificação”, “Montagem de Espetáculos” e “Registro e Memória” . Destaque para o edital de “Demanda Espontânea” que contempla projetos inovadores que, ainda, não tenham encontrado lugar na política cultural; e no edital de “circulação e difusão” que passa a apoiar projetos de circulação nacional.

Para Agnelo Queiroz o lançamento de 2013 é um marco. “Hoje é um dia muito especial, estamos dando um grande avanço para o governo fomentar a cultura da nossa cidade. O FAC receberá este ano o maior investimento de sua história. Isso garante o cumprimento da Lei Orgânica, que determina 0,3% dos recursos do GDF para a área. É uma grande vitória para a cultura em 2013”, afirmou o Governador do DF.

O Secretário de Cultura reforçou o papel político cultural com a modernização e lançamento dos editais do FAC. “O Governador ao anunciar o edital está cumprindo uma etapa decisiva do seu compromisso de campanha que era de modernizar o Fundo. Quando assumimos o governo relatei que o FAC parecia um cartório do século XIX e em dois anos chegamos ao século XXI”. A política de fomento hoje alcançou outro objetivo que é descentralizar o investimento do FAC. Alcançamos o conjunto do Distrito Federal e parcela do entorno e conferimos transparência, uma institucionalidade muito mais vigorosa entre estado e sociedade”, explicou Hamilton.

Interação com a sociedade – A Subsecretaria de Fomento da Secretaria de Cultura disponibilizará de 22/02 a 11/03, no sítio www.fac.df.gov.br, os editais para consulta pública. A sociedade poderá enviar sugestões e críticas. No dia 11 de março, haverá uma reunião para discutir as propostas apresentadas. Depois segue para publicação no Diário Oficial. 

“O desafio de fazer os editais, de conseguir contemplar maior quantidade e qualidade dos projetos é um desafio que nós propomos para debate. A proposta é que a gente abra o diálogo. Desafio é fazer o debate. Acolher todas as sugestões”, ressaltou o Subsecretário de Fomento, Leonardo Hernades.

O deputado distrital Cláudio Abrantes também participou do lançamento.

Confira os editais para Consulta Pública em http://www.fac.df.gov.br/?page_id=1388