Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/04/20 às 18h41 - Atualizado em 22/04/20 às 18h42

“Rolê Cultural” apresenta o Museu Vivo da Memória Candanga

COMPARTILHAR

Projeto de visitação virtual aos espaços culturais da Secec é parte do programa “Conecta Cultura”

 

Em sua segunda semana, a série “Rolê Cultural” apresenta o um dos grandes ícones da história de Brasília, o Museu Vivo da Memória Candanga (MVMC). Por meio de uma dinâmica simples e linguagem familiar e acolhedora, o público poderá descobrir todos os detalhes das dependências do Museu, que completa 30 anos no próximo dia 26. A série de vídeos que percorre os equipamentos, mostrando detalhes e curiosidades sobre cada um deles, é parte do programa “Conecta Cultura”, que oferece produções culturais on-line durante o período de isolamento social.

 

O Museu Vivo, inaugurado em 1990, carrega a memória afetiva dos primeiros moradores de Brasília, os candangos e pioneiros.  Diante de cenário que remete ao interior do Brasil, o espaço abriga as antigas dependências do primeiro centro de saúde construído na cidade, o extinto Hospital Juscelino Kubistchek de Oliveira (HJKO).

 

A paisagem – que reúne uma simpática alameda composta por casas de madeira coloridas, um bosque, coleções e exposições que contam a história dos candangos que ergueram o sonho da nova capital do país – é apresentada de forma fiel, como se o visitante estivesse presente no Museu.

 

Além disso, o vídeo mostra com detalhes o espaço histórico que abriga as principais atrações do equipamento, as “Oficinas de Saber Fazer” e a exposição permanente “Poeira, Lona e Concreto”.

 

Entre as surpresas e curiosidades, os internautas vão conhecer objetos, cartas, poemas, cenários do antigo hospital, o alojamento onde ficavam os candangos e uma maquete de Brasília.

 

Para a gerente do centro cultural, Eliane Falcão, o Rolê Cultural não será só mais uma alternativa de acesso aos museus do Distrito Federal, mas também auxiliará na valorização da história da construção de Brasília. “O Museu Vivo carrega uma função muito enriquecedora para a cultura dos brasilienses. Lembrar os candangos e suas tradições certamente justifica o formato pelo qual Brasília foi idealizada e o amor que os brasilienses possuem pela capital”, destaca.

 

Rolê Cultural

A ideia do Rolê Cultural é que os vídeos funcionem como espécie de visita guiada virtual, mostrando de maneira objetiva os museus. O trabalho em formato virtual é parte do esforço da Secec em trazer soluções criativas durante o período de isolamento social necessário para conter o avanço da pandemia da Covid-19.

O projeto é fruto de iniciativa coletiva de servidores da Secec, gerentes dos equipamentos e tem apoio da Rádio Cultura.

 

Os vídeos da série Rolê Cultural serão publicados às quartas-feiras no site e nos canais oficiais da Secec:

www.cultura.df.gov.br/role-cultural

Facebook: @sececdf

Instagram: @sececdf

Twitter: @sececdf