Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/04/17 às 14h39 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Resultado final do chamamento público para o Aniversário de Brasília

COMPARTILHAR

Classificados representam diversidade do Distrito Federal

Forró, samba, hip-hop, MPB, choro e música caipira estão no eclético cardápio de apresentações artísticas locais que vão abrilhantar a festa dos 57 anos de Brasília, segundo o resultado final da seleção de artistas locais, após análise de recursos. As atrações locais irão levar programação cultural para a Torre de TV, estações do Metrô e espaços culturais espalhados pelo Distrito Federal, dentro da extensa programação de celebrações do Aniversário de Brasília.

Para os shows musicais foram selecionados Dona Gracinha da Sanfona, Black Spin Breakers, Liga Tripa, Cacai Nunes e Regional Chora Viola, Cris Pereira e Quarteto, Mestre Cobra (Quilombos da Liberdade), Ciclone na Muringa, Renato Matos, Trio Siridó, Fernando César (Dois de Ouro), DJ Barata e DJ Nagô. A programação será definida assim que finalizado o período recursal até o dia 17 de abril.

“Neste ano queremos valorizar a cultura popular e fortalecer nossa identidade”, define o secretário de Cultura, Guilherme Reis. “Recebemos mais de 180 propostas que refletem essa diversidade cultural e artística da nossa história como cidade”, diz. O secretário lembra que a seleção também revela-se inclusiva, uma vez que contemplou dois artistas com necessidades especiais.

Em parceria com o Metrô Solidário, o aniversário recebe ainda várias atrações em suas estações durante o período de celebração: Aborígene – Trilhando Poesias, Roberto Corrêa, Badia Medeiros e grupo de catira; Sarau Literário Lira que Gira, de Maria Lilia; A Arte de Ler, de Adeílton Lima; Carriola, de José Regino; Macedo & Mariano; Orquestra Percussiva Batukenjé; Grupo Menino Jesus de Praga de Brazlândia; e Zé do Pife e as Juvelinas.

Além dos shows, o edital de chamamento público selecionou ainda os espetáculos infantis Saci é uma Peça, de Kamala Ramers; Brincando com Livros, de José Gomes Garcia; e Brasília: Da Discórdia ao Quadrilátero que “Desescondeu o Brasil”, da Cia. de Teatro Mapati, que serão apresentados em espaços culturais como Museu do Catetinho, Museu Vivo da Memória Candanga e Centro Cultural Três Poderes.

Na área do audiovisual, foram selecionadas as propostas Mostra Cultural e Histórica de Brasília, do projeto Cinema Voador; e Brasília 1960-2060, do Quase-Cinema Lab.

As atrações locais somam-se a várias atividades em comemoração aos 57 anos da capital, que se iniciam nesta quinta (13), com o Encontro da Rede de Pontos e Pontões de Cultura, e segue até o fim do mês, passando ainda pelo Cine Brasília, o Memorial dos Povos Indígenas, o Museu Nacional da República e a Torre de TV, que receberá apresentações de Elba Ramalho, Raça Negra e da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro.

Confira o resultado do Chamamento Público

Análise dos recursos

Leia mais sobre as atividades do Anviersário de Brasília