Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/14 às 20h54 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Primeiro jogo da Copa do Mundo em Brasília atrai multidão

COMPARTILHAR

Sol, capoeira e fantasias animam torcedores para a disputa


O domingo (15) começou friozinho na capital do país, mas não o suficiente para desanimar a multidão que queria ver de perto o primeiro jogo da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ em Brasília. A animação e a cantoria tomaram conta dos arredores do Estádio Nacional Mané Garrincha.

Os torcedores usavam perucas, chapéus personalizados, cornetas e pinturas com as cores das bandeiras do Equador e da Suíça. Os australianos Peder Kraugerud, Jasper Hatton e Lachlan Ray se destacaram com as fantasias e simpatia. O trio está em Brasília há três dias e vai ficar por mais cinco. Questionados sobre quem vai ganhar o mundial, o Brasil foi a aposta unânime.

O equatoriano Julio Ernanes, animado com a cidade e com o jogo, veio de carro com um grupo de amigos, que pretende seguir para o Rio de Janeiro. Outra turma, formada por Henrik Kildahl, Sendrik Aarsnes e Fredrik Gundersen, veio da Noruega e já visitou pontos turísticos, como a Catedral Metropolitana de Brasília. Eles foram ao Pontão do Lago Sul, curtiram bares e tiveram a oportunidade de conhecer Pirenópolis (GO).

Os brasilienses Rafael Lacerda e Mateus Fraga não tinham ingressos, mas ainda assim marcaram presença na entrada do jogo. “Viemos ver o ambiente, para sentir como está o clima. Já falamos com os equatorianos e entramos na torcida”, contaram, enquanto seguravam a réplica da taça da Copa.

Manifestações culturais

A apresentação a céu aberto de 15 brasilienses, integrantes da equipe de ginástica acrobática AKROS, chamou a atenção dos que aguardavam nas filas de acesso ao Estádio Nacional Mané Garrincha. Elas aproveitaram a ocasião para mostrar ao público a bela modalidade esportiva, que revela equilíbrio, flexibilidade e agilidade. “Estamos aqui desde as 9h da manhã, muito animadas com a Copa”, destacou Sabrina Bruna Rocha.

O projeto surgiu em 2008 e é composto por 60 ginastas, de ambos os sexos, sendo a maioria da rede pública de ensino, com idade entre 6 e 23 anos. A equipe, tetracampeã nacional, representou o país, em 2012, no Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática, em Orlando, nos Estados Unidos. No mês que vem, 32 ginastas participarão do Campeonato Mundial de 2014, na França.

Já na feira da Torre de TV, a roda de capoeira e a musicalidade atraíram olhares admirados. Segundo o Mestre Kall, presidente da Associação de Capoeira Ave Branca, a exibição de hoje, em um dos principais pontos da capital, revelou aos estrangeiros a cultura brasileira. “Afinal, ainda se vê muito preconceito com a capoeira”. Márcia Cristina pratica o esporte com o marido e filhos pequenos: “A capoeira faz parte da história do Brasil”.