Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/02/20 às 18h45 - Atualizado em 14/02/20 às 18h46

Orquestra Sinfônica apresenta “Eroica”, de Beethoven

COMPARTILHAR

Dedicada à Napoleão Bonaparte, sinfonia consagrada do gênio alemão é o tema do concerto desta semana

 

A Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS) volta a homenagear o repertório clássico e romântico do compositor alemão Ludwig van Beethoven (1770 – 1827) no próximo dia 18, no Cine Brasília, com entrada franca.

 

Em celebração aos 250 anos de nascimento do músico, a orquestra realiza uma série de concertos, revivendo memoráveis obras da música erudita. Visionário do movimento romântico, o gênio alemão compôs canções de caráter narrativo, com temas melódicos e breves, porém marcantes.

 

Beethoven levou a era do classicismo musical vienense ao auge. O alemão radicado na Áustria deixou cerca de 240 obras, entre sinfonias, concertos e quartetos, assim como uma ópera, tornando-se um dos compositores eruditos mais tocados da atualidade.

 

No espetáculo da próxima terça, será apresentada a Sinfonia Eroica, também chamada de Sinfonia N°3 do compositor.  A obra, considerada marco do fim da Era Clássica, também caracteriza o início do período romântico. De acordo com o maestro Cláudio Cohen, tem uma abrangência emocional maior que os seus outros trabalhos. “A história diz que a sinfonia havia sido dedicada a Napoleão Bonaparte, mas após a sua autocoroação, ele apagou com fúria a dedicatória da partitura”, conta.

 

O maestro ressalta que a comemoração aos 250 anos do compositor é considerada um marco para a história da música clássica erudita e será celebrada em várias capitais do mundo. “A população do Distrito Federal também terá a oportunidade de conhecer e reviver as principais obras deste gênio da música internacional”, conta.