gototop
CULTURA
FacebookTwitter
Sexta, 24 Julho 2015

48º Festival de Brasília anuncia selecionados

 

Na próxima segunda-feira, dia 27 de julho, a partir das 10h

, na Sala Pompeu de Sousa, serão conhecidos os filmes que irão disputar as mostras competitivas do 48º FESTIVAL DE BRASÍLIA DO CINEMA BRASILEIRO. O anúncio será feito pelo Secretário de Cultura do Distrito Federal, Guilherme Reis, atual presidente do Festival, e por integrantes da comissão curatorial: cineasta Renato Barbieri, professor e crítico de cinema Sérgio Moriconi e doutor em comunicação Pablo Gonçalo. Estarão presentes ainda o Coordenador Geral do Festival, Sérgio Fidalgo (Subsecretário de Promoção e Difusão Cultural), e Graça Coutinho, Coordenadora Adjunta.

 Seis filmes de longa-metragem e 12 filmes de curta e média-metragens de todos os gêneros irão competir por prêmios no valor total de R$ 340 mil. Eles foram escolhidos dentre um número expressivo de inscritos: 130 longas-metragens, 221 médias e 237 curtas-metragens de vários estados.

 A comissão de seleção de longas-metragens foi formada pelo montador e professor de cinema Giba Assis Brasil, pelo diretor Jeferson De, pela jornalista e mestre em cinema Juliana Reis e pelos membros da comissão curatorial do Festival, Renato Barbieri e Sérgio Moriconi. Já os curtas e médias foram escolhidos pelo premiado diretor Gabriel Mascaro, pela realizadora e curadora Marcela Borela e por Pablo Gonçalo, também integrante da comissão curatorial geral do evento.

 O Festival tem o patrocínio de Petrobras, BNDES, Terracap e BRB.  Apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura, Câmara Legislativa do Distrito Federal, EBC/TV Brasil, Canal Brasil, Revista de Cinema, O2Pós, Embaixada da França, Embaixada da Alemanha, SESC/DF. Realização:  Secretaria de Cultura do DF.

 

 COMISSÕES DE SELEÇÃO

 Mostra Competitiva de filmes de longa - metragem

GIBA ASSIS BRASIL - montador e professor de cinema e televisão. Montou 17 longas, entre eles Tolerância (2000), Houve uma Vez Dois Verões (2002), Antes que o Mundo Acabe (2010) e Real Beleza (2015); mais de 30 curtas, como Ilha das Flores (1989), Deus Ex-Machina (1995), Três Minutos (1999) e mais de 50 episódios de televisão, entre os quais Cena Aberta (2003), Decamerão, a Comédia do Sexo (2009), Mulher de Fases (2010) e Doce de Mãe (2014). Foi professor de cinema no curso de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (1994-2004) e, desde 2003, é professor do curso de Realização Audiovisual da Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos. Foi membro do Conselho Superior de Cinema (2004-2009).

JEFERSON DE - Estudou cinema na USP, onde foi bolsista da FAPESP com a pesquisa intitulada Diretores Cinematográficos Negros. Em 2000, publicou o manifesto Dogma Feijoada. Roteirista e diretor dos premiados curtas Distraída para Morte (2001), Carolina (2003) e Narciso Rap (2005). Em 2003, produziu e dirigiu filmes para os programas Brasil Total e Central da Periferia, exibidos na TV Globo. Em 2005, criou e dirigiu, junto à gravadora Trama, o programa TramaVirtual, exibido no Multishow. Desde 2006, é professor convidado de Direção na Academia Internacional de Cinemam - AIC. Seu longa de estreia, Bróder (Sony), foi selecionado no 60º Festival de Berlim e recebeu o prêmio de melhor filme pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA, além de  onze indicações no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. O roteiro do filme foi selecionado no VI Laboratório de Roteiros do Instituto Sundance. Em 2013, dirigiu 26 episódios da série Pedro e Bianca, exibida na TV Cultura e ganhadora do Emmy Kids e a sexta temporada do Conexões Urbanas. Em 2014/15, dirigiu a série Condomínio Jaqueline e apresentou o programa Mais Direitos, Mais Humanos (TV Brasil). Em 2015, lançou o longa O Amuleto (Paris Filmes/Downtown).

 JULIANA REIS - jornalista e mestre em cinema (Paris VIII), realizou cinco curtas-metragens. Premiada pela adaptação de Cronopios y Famas, de Julio Cortázar, seu curta Imagorecebeu tutela da Kodak Europa e Les Enfants De Charbon, subvenções do CNC, Conselho d’Île de France, sendo licenciado pela TV France3. Dirigiu documentários para a Unesco e  para o movimento SOS Racismo. No Brasil desde 2005, assina projetos de ficção para os diretores João Jardim, Murilo Salles, Henrique Saladini, Kim Chapiron (França), e Themba Sibeko (África do Sul). Membro do colégio de leitores do CNC, é professora de roteiro da Escola de Cinema Darcy Ribeiro e da Faculdade das Artes do Paraná. Coordenadora da oficina Escrevendo & Filmes, em parceria com o Tempo Glauber e os diversos núcleos de produção digital. Atualmente, desenvolve projetos seriados para a televisão, coescrevendo com Michel Fessler, roteirista francês, autor de A Marcha do Imperador (Oscar de melhor documentário), e os americanos Walther Bernstein (cf. The Magnificent Seven e Front) e Jeremy Pikser (cf. Bulworth). Disparos, primeiro longa como diretora, recebeu prêmios de fotografia, montagem e ator coadjuvante no Festival do Rio 2012. Diretora convidada para realizar Anita And Margareth, projeto de longa-metragem com coprodução US-Brasil-Itália, e filmagens no Brasil e na Sardenha, em 2016.

 RENATO BARBIERI - cineasta com uma carreira ligada ao cinema, à televisão, a filmes educativos e a processos de aprimoramento de obras audiovisuais. Nos anos 80, foi integrante da produtora paulista Olhar Eletrônico, onde dirigiu especiais para TV e os premiados documentários Do Outro Lado da Sua Casa, Duvideo e Expiação. Foi diretor do telejornal diário Jornal de Vanguarda, na Band. É autor de longa e premiada filmografia, com destaque para Atlântico Negro – na Rota dos Orixás, A Invenção de Brasília, Moçambique, Rudimentos, Terra de Quilombo – Espaços de Liberdade, Na Corda do Círio, Malagrida, Félix Varela, Monteiro Lobato, Vírgula, Ponto e Vírgula, Bianchetti, Mauricio de Sousa, Araraquara – Memórias de uma Cidade, Cidades Inventadas, A Revolta dos Cabanos, Guerra da Independência na Bahia e Cora Coralina – Todas as Vidas, dentre outros. Realizou as videoinstalações A Liga da Língua e Corpoalma. O longa As Vidas de Maria marca sua estreia na ficção. É idealizador e curador do Teste de Audiência, projeto inovador de aprimoramento do diálogo do Cinema Brasileiro com seu público, que exibiu mais de 80 títulos brasileiros de longa-metragem. É sócio-fundador e diretor da Associação dos Produtores e Realizadores de Filmes de Longa -Metragem do DF - Aprocine.

 SÉRGIO MORICONI – cineasta, professor e crítico de cinema da revista Roteiro. Dirigiu vários curtas, entre eles, Athos, uma homenagem ao artista Athos Bulcão. Colaborou no roteiro de diversos curtas e longas. Ao lado da Objeto Sim Projetos Culturais, é o criador e curador do Slow Filme - Festival Internacional de Cinema, Alimentação e Cultura Local, que acontece anualmente na cidade goiana de Pirenópolis.  Participou como convidado dos festivais de Trois Continents e Toulouse, na França, e da Berlinale, na Alemanha. Curador de inúmeras mostras, como Nação Farkas, Vladimir 70 e Vladimir 80, Jim Jarmusch, Seijun Suzuki e Van Der Keuken. É o autor do livro Cinema – Apontamentos Para Uma História. Atualmente é o programador do Cine Brasília - DF. Foi curador, durante vários anos, do Festival de Cinema Europeu de Brasília e é apresentador das sessões quinzenais de filmes na Embaixada da França. Há quatro anos integra a comissão de organização e curadoria do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

 Mostra Competitiva de filmes de curta ou média -metragem

 GABRIEL MASCARO - Entre o cinema e as artes visuais, seu trabalho já circulou na 31ª Bienal de São Paulo, na Mostra Coletiva Tropical Uncanny (Museu Guggenheim, Nova York, EUA), no Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (Espanha), no MOMA Documentary Fortnight (MOMA, Nova York, EUA), na Mostra Coletiva First Look (Museum of The Moving Image, Nova York, EUA), na AB4 – Bienal de Atenas (Grécia), no 32º Panorama da Arte Brasileira (MAM-SP). Mascaro foi premiado duas vezes no Festival Internacional de Arte Contemporânea SESC/Videobrasil, e esteve em importantes festivais de cinema como Locarno, San Sebastian, IDFA, BFI Londres, IFFR – Roterdã, CPH: DOX, Oberhausen, Clermont Ferrand, BAFICI, Miami e Indielisboa. Mascaro integrou o Programa de Residência Artística Videobrasil /Videoformes (França) e foi premiado com mais uma residência no Wexner Center for Arts (EUA). Seus trabalhos audiovisuais já foram exibidos em mais de 200 festivais internacionais. Realizou os filmes KFZ-1348 (2008), Um Lugar ao Sol (2009), As Aventuras de Paulo Bruscky (2010), Av. Brasília Teimosa (2010), A Onda Traz o Vento Leva (2012), Doméstica (2012) e Ventos de Agosto (2014).

 MARCELA BORELA - realizadora audiovisual, pesquisadora e curadora com experiência em diferentes áreas do cinema desde 2004. Formou-se, em 2006, em Comunicação Social pela Universidade Federal de Goiás - UFG, fez Especialização (2008) e Mestrado em História (2010), também pela UFG, investigando temas de história da arte brasileira, história visual e cultural, pensamento social brasileiro e historiografia da fronteira. Marcela foi diretora e programadora do Cine Cultura – Sala Eduardo Benfica em Goiânia, entre 2011 e 2013. É uma das responsáveis pelo Cinealmofada - cinema ao ar livre, e também colaboradora de outros projetos através da Barroca, sua produtora. Trabalhou em mais de 25 filmes e, como diretora e roteirista, realizou alguns curtas e um média-metragem, o DOCTV Mudernage (52'). Atualmente, está em processo de montagem de dois longas, um deles vencedor do edital Longa.Doc Sav/Minc 2013. Borela, como é mais conhecida, é uma das criadoras e diretoras artísticas do Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental

 PABLO GONÇALO - roteirista, crítico e professor de cinema. Possui doutorado em comunicação pela UFRJ e realizou sua pesquisa na Universidade Livre de Berlim sobre literatura, teatro e o cinema novo alemão. É membro da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e de Audiovisual - Socine e participa da Society for Cinema and Media Studies - SCMS, assim como da Screenwriting Research Network - SRN. Atualmente é professor de cinema na Universidade de Brasília - UnB e no Centro Universitário IESB. 

VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias 48º Festival de Brasília anuncia selecionados