Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/06/14 às 12h02 - Atualizado em 13/11/18 às 14h49

Não há idade para ser voluntário no FIFA Fan Fest

COMPARTILHAR


Seu Euclides Torres, de 72 anos, saiu do Maranhão para trabalhar na festa

O voluntário Euclides Santos Torres é um dos destaques do FIFA Fan Fest Brasília. Isso porque o cearense é o voluntário mais velho da equipe, com 72 anos de idade. Morador da cidade de Bacabal, no Maranhão, o ex-pescador tem 11 filhos e sete netos e se diz solteiro. “Quero encontrar uma namorada em Brasília para ficar de vez nesta cidade que eu adoro”, garantiu.

Voluntário por indicação da filha, Jocelma Miranda, de 38 anos, que também está na equipe, o aposentado adora futebol e está torcendo muito pelo Brasil. “Estou me divertindo aqui. Acho que o Brasil vai ganhar a Copa. O jogador que eu mais gosto de todos os tempos é o Romário. Sou fã!”

O aposentado já esteve em Brasília várias vezes. A primeira vez que veio ao Distrito Federal ficou por dois meses. Neste período, seu Euclides resolveu vender milho no centro de Ceilândia para não ficar parado. “Fiz vários amigos, os ambulantes mais antigos ali do centro da Ceilândia lembram de mim até hoje”, disse, orgulhoso.

Trabalhador desde os 13 anos de idade, Euclides já trabalhou na roça, foi vendedor em lojas de tecidos em Teresina, no Piauí. Aos 28 anos, começou a ser pescador e ficou apaixonado pelo trabalho desde então. “Amo pescaria, em todos os lugares que viajo quero pescar. Já combinei com o meu filho uma pescaria no Goiás”, comentou.

A filha disse que o pai é muito namorador. “Meu pai adora sair com amigos e curtir um forró no baile dos idosos, em Bacabal. Sua última namorada tinha 30 anos de idade e dois filhos, mas ela o abandonou depois de dois meses morando juntos.” Euclides completou: “Nos gostávamos muito, mas fui fazer uma cirurgia de catarata em Teresina e quando voltei para casa ela já tinha ido embora para o Ceará.”

Sobre o seu relacionamento com a mãe de Jocelma, a senhora Helena Miranda, 56 anos, o aposentado contou que os dois começaram a namorar quando ele tinha 22 anos de idade e ela tinha 13 anos. “Começamos a namorar cedo, ela era nove anos mais nova do que eu, tivemos 9 filhos juntos. Éramos felizes, mas o nosso relacionamento acabou com 20 anos de casados.”

Jocelma, que é a segunda filha do casal, é moradora de São Sebastião, no Distrito Federal, e fez questão que o pai trabalhasse com ela.

“Ele veio a passeio e aproveitou a oportunidade para trabalhar na Copa do Mundo. Como ele adora fazer amizade e não consegue ficar parado, esse trabalho está sendo ótimo”, explicou a filha.

Os dois estão com escalas no FIFA Fan Fest e na Rodoviária do Plano Piloto, sempre orientando os turistas. “Fiz amigos colombianos na Rodoviária, tiramos fotos e eles fizeram um vídeo comigo. Adorei fazer novos amigos”, disse o aposentado.

“Não vejo a hora de chegar ao Maranhão para contar para os meus amigos sobre o meu trabalho como voluntário na Copa do Mundo. Muitos já sabem que estou aqui. Quero falar para todo mundo. Estou muito feliz!”, confessou Euclides.

Quando o assunto é futebol e a Copa do Mundo, ambos acham ser um momento fantástico para o país. “Para o Brasil é muito bom, pois os turistas conhecem a nossa cultura e nós conhecemos a deles. A alegria dos povos nos contagia no trabalho. Acho que os turistas terão uma boa impressão do nosso país,” explicou Jocelma.

O animado torcedor disse que não quer perder nenhum lance dos jogos do Brasil e deseja assistir aos jogos com a família. “Estou assistindo todos os jogos do Brasil e acho que as estrelas do Copa do Mundo serão Neymar Jr. e Fred”, opinou Euclides.