Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/14 às 19h07 - Atualizado em 13/11/18 às 14h45

Música sobre a censura será marchinha do Pacotão

COMPARTILHAR


Vencedora foi escolhida entre outras 46 no último sábado

O Pacotão, tradicional bloco de sátira política de Brasília, elegeu neste sábado (1º) o vencedor do 36º Concurso de Marchinhas. A canção vencedora Pi, pi, pi, pi, a censura está aí! faz críticas à censura nos meios de comunicação. Os autores da marchinha, os irmãos Antônio Jorge e Antônio Carlos Sales, utilizaram, para dar ritmo, o som geralmente usado para censurar palavrões na televisão.

“É como se estivéssemos censurando a própria música ao colocar o 'pi, pi, pi'. E também serve para que as pessoas possam interpretar essas partes censuradas da maneira que bem entenderem”, explica Antonio Jorge, que tem tradição nos carnavais de Brasília. Ele foi Rei Momo durante seis anos seguidos, de 2007 a 2012, além de já ter inscrito marchinhas em dois outros anos.

“Pegamos todos os temas da atualidade para chegar no melhor. E também fizemos uma música pequena, fácil de pegar”, afirma. Eles venceram 47 composições no concurso. As doze melhores estarão em um CD.

O bloco desfilará nos dias 2 e 4 de março, durante o Carnaval de Brasília. Ele inicia a folia às 11h na CLN 302 Norte em direção à 504 Sul. O Pacotão também participa do Gran Folia, nos dias 1º e 3 de março, na Esplanada dos Ministérios, ao lado da Biblioteca Nacional.

História

Conhecido como um “bloco sujo”, o Pacotão nasceu em 1977 em um momento conturbado na história política do Brasil. O então presidente Ernesto Geisel havia anunciado o Pacote de Abril, conjunto de medidas para reforma no Poder Judiciário.

Entre outras medidas, o Pacote previa mandato presidencial de seis anos e eleição indireta para um terço do Senado. A maneira encontrada pelos fundadores para promover uma manifestação e manter o bom-humor foi criar um bloco de Carnaval.