Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/05/18 às 16h08 - Atualizado em 13/11/18 às 15h07

Museu Vivo da Memória Candanga promove 1ª Semana da Gravura

COMPARTILHAR

O Museu Vivo da Memória Candanga (MVMC) promove, de 14 à 18 de maio, a 1ª Semana da Gravura com encontro de gravuristas, exposições e oficinas. O evento dá visibilidade para essa importante linguagem artística e trás reconhecidos gravuristas para expor seus trabalhos e compartilhar seus conhecimentos.

 

A exposição Circus, do premiado gravador argentino Carlos Pamparana, abre a programação com coquetel na segunda-feira (14) às 19h no Foyer do Teatro Nacional. Outras duas exposições também realizam evento de abertura na próxima semana. Na quarta-feira (16) estreiam às 16h, no Museu Vivo da Memória Candanga, as exposições Almoço da Artista, de Liliana Esteban e Territórios da Gravura, uma seleção de trabalho de artistas brasileiros, argentinos e mexicanos.

 

Os cursos ministrados por Pamparana serão realizados de terça (15) à sexta (18) e contemplam a técnica de impressão da Monotipia, a técnica de gravação chamada Colagrafia e ainda a produção de um “Livro de Artista”.

 

O encontro de gravuristas encerra o evento no sábado (19) às 10h com roda de conversas, varal de gravuras, troca e venda de obras entre artistas locais e visitantes.

 

Oficinas:

 

Livro de Artista: A Oficina tem a modalidade teórico prática. A primeira parte consta de uma breve história dos livros de artista, realizados em diferentes épocas e culturas. O livro de artista é um objeto de experimentação, podendo conter múltiplos discursos e poéticas. Durante a Oficina cada participante realizará seu “Livro de Artista”.

 

Colagrafia: A colagrafia é uma técnica experimental de gravação que consiste em fazer uma matriz colando em elementos de suporte que podem ser impressos e estampados. Sua principal contribuição para o mundo da gráfica é a substituição das matrizes tradicionais por outras radicalmente diferentes, o que significou um repensar fundamental em termos de concepção técnica e estética.

 

Monotipia: Mono=uma e Tipia=impressão. A monotipia é uma técnica de impressão muito simples. Com esta técnica consegue-se a reprodução de um desenho, molde ou mancha de cor em uma prova única, daí o nome “monotipia”. A prova obtida, monotipia, não é um duplicado fiel do desenho ou mancha original, na passagem para o papel (impressão), as tintas misturam-se fazendo surgir efeitos imprevisíveis.

 

Informações:

Turmas de 6 a 10 alunos

Material Coletivo Incluído

Valor: R$170 à R$180

Inscrições: (61) 33013590

 

 

Museu Vivo da Memória Candanga

Endereço: Via EPIA Sul, SPMS, Lote D – Núcleo Bandeirante – DF CEP: 71.735-000
Horário de visitação: De segunda feira a sábado, das 9h às 17h
Telefone/ FAX: (61) 3301-3590
E-mail: mvmc1990@gmail.com