Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/13 às 13h08 - Atualizado em 13/11/18 às 14h38

Museu Vivo da Memória Candanga integra programação especial da 11ª Semana de Museus

COMPARTILHAR

Museu Vivo da Memória Candanga integra programação especial da 11ª Semana de Museus Para celebrar o dia 18 de maio, dia internacional de museus, o Museu Vivo da Memória Candanga preparou uma série de atividades gratuitas que se realizam, na sede do MVMC, ao longo do dia.

O objetivo é ratificar a meta do Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM que é a de reforçar a existência de museus no imaginário cotidiano  atraindo a comunidade para o museu.   No Museu Vivo da Memória Candanga a programação ocupa todo o sábado, 18 de maio, e inclui: exposições, visita guiada, música, poesia, cinema e oficinas de artes plásticas.

A programação começa às 9h com visita guiada ao conjunto arquitetônico tombado pelo GDF e que abriga o MVMC, uma das últimas referencias arquitetônicas do resgate do testemunho histórico do contexto da construção da capital.

Além de conhecer a área externa com seus 17 prédios de madeira que compõem o complexo do MVCM, o visitante vai conferir as exposições permanentes: Poeira, Lona e Concreto, Casa do Mestre Popular, oficinas do Saber Fazer e a exposição temporária, montada na Galeria do Museu Vivo até 30 de junho, Marcas Gravadas – Troca Internacional de Marcadores de Livros  produzidos a partir de diferentes técnicas de gravura, por mais de 100 artistas de países como: Argentina, Brasil, Chile, França, Israel, Itália, México e EUA.  

Na sequência, o Museu recebe no auditório, a partir das 11h, o Duo Poesia & Música, formado por Suzi Magalhães e Marden Maluf. A dupla brindará o público com uma celebração ao centenário de Vinicius de Moraes (1913-1980) em um recital de piano, voz e poesia. A pianista, cantora e compositora apresentará arranjos próprios para piano e voz, a partir do repertório romântico de compositores brasileiros como: Pixinguinha, (Carinhoso); Chico Buarque (Valsinha); Roberto Carlos, (A Distancia); Tom Jobim (Chega de Saudade) e Dorival Caymmi (Acalanto). As canções serão intercaladas por uma homenagem ao poetinha, cuja poesia será declamada pelo professor e regente Marden Maluf.  Entre os títulos selecionados estão: Soneto da Rosa, Soneto da Contrição e Soneto da Felicidade.

A partir das 13h, o MVMC em parceria com o grupo Gravura em Foco  dá inicio ao  curso: Carimbo como Ferramenta Gráfica. Coordenada pelo artista plástico Gerson Guimarães, a atividade é especialmente indicada para professores de arte. Em quatro horas aula Gerson vai orientar até 15 participantes a confeccionar carimbos a partir de materiais como: apagadores de quadro negro e solados de sapatos e com eles produzir matrizes para a confecção de gravuras para a utilização em sala de aula.

O curso segue até às 17h e as inscrições já podem ser feitas na Oficina de Gravura, onde o interessado receberá lista de material necessário para a oficina.  

Já o projeto Cine Brasil no MVMC programou para às 15h a exibição de Cultura e Arte Popular, conjunto de cinco curtas metragens nacionais que retratam o cotidiano do artista popular em ação e essência, ressaltando o talento do povo brasileiro eclético e criativo.

São filmes realizados em Ceará, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro e que retratam de maneiras diferentes a riqueza da cultura brasileira. 

Os documentários, que serão exibidos em única sessão, no auditório do museu são: Fractais Sertanejos, de Heraldo Cavalcanti, CE, 2009, 19mim; Irmãos Aniceto – No rastro do camaleão, de Eric Laurence, PE, 2007, 21mim; Samba de Quadra, de Gustavo Mello e Luiz Ferraz, SP, 2009, 17 mim; Floreados do Repique, de Gabriela Greeb, RJ, 2000, 21mim e Câmera Viajante, de Joe Pimentel, CE, 2007, 20mim.

De acordo com o critico de cinema, Sergio Alpendre, os retratados nos filmes; “fotógrafos, músicos e um escultor de madeira servem aos diretores como personagens de um Brasil rico e plural, Os curtas dialogam entre si pelos temas, mas apresentam estilos diversos, sempre com habilidade e conhecimento cinematográfico” escreveu o jornalista.

Com classificação indicativa livre, os documentários serão exibidos com entrada franca.

Realização do Instituto Brasileiro de Museus, a 11ª Semana de Museus se realiza entre 13 a 19 de maio e este ano trabalha sob a temática Memória + Criatividade = Mudança Social. De acordo com o IBRAM, a equação ressalta o arranjo entre o frescor criativo e a memória construída.

Instituições museológicas de todo o país participam de ampla programação para marcar a data.  Este ano, 1.250 museus o organizações culturais estão participando da 11ª Semana, promovendo 3.911 atividades.

Museu Vivo da Memória Candanga Via EPIA Sul, SPMS, Lote D – Núcleo Bandeirante – DF CEP: 71.735-000 Horário de visitação: De segunda feira a sábado, das 9h às 17h. Telefone/ FAX: (61) 3327-4405 e 33013590 E-mail: mvmc1990@gmail.com“>mvmc1990@gmail.com