Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/09/19 às 18h23 - Atualizado em 13/09/19 às 18h23

Museu Nacional da República abre ao público exposição sobre presença negra no DF

COMPARTILHAR

O Museu Nacional da República abriu ao público na última quinta-feira (12) a exposição Reintegração de Posse, que ressignifica a presença negra no Distrito Federal. A mostra fica em cartaz até o dia 29 de setembro com entrada franca.

 

O lançamento da exposição reuniu personagens e realizadores do projeto, construído coletivamente por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), entre estudantes e docentes das áreas de História, Letras, Arquitetura e Urbanismo e Comunicação a partir de pesquisa desenvolvida principalmente no acervo do Arquivo Público do DF.

 

A professora Ana Flávia Magalhães Pinto, coordenadora do projeto, falou emocionada sobre a Reintegração de Posse. Em discurso, ela pontuou que o trabalho resgata as origens da capital. “Isso é algo que faz com que essa imagem do Distrito Federal que reduz toda uma experiência ao Plano Piloto tenha que ser questionada, porque é essa imagem que alimenta o apagamento da existência da maioria da população desse lugar”, disse.

 

Ela também falou que a exposição é o resultado de uma articulação de diversos campos da UnB, como História, Comunicação, Arquitetura e Urbanismo e que reuniu diversos alunos e docentes com este objetivo em comum de resgatar a ancestralidade.

 

A exposição conta com registros fotográficos do Arquivo Público do DF dos anos 1956 a 1998 e aponta a presença de pessoas negras em Brasília em espaços sociais diversos, dando vida, cor e movimento à cidade.

 

A mostra também conta as histórias desses personagens que muitas vezes se fundem com as próprias histórias dos idealizadores do projeto.

 

Serviço
“Reintegração de Posse: Narrativas da Presença Negra na História do Distrito Federal”
Local: Museu Nacional da República, Conjunto Cultural da República
Data: de 12 a 29 de setembro de 2019 (Entrada gratuita).

Visitas guiadas:
Sexta e sábado (13 e 14/9), das 9h às 19h.
Domingo (15/9), das 09h às 15h.
Terça (17/9), 9h às 12h.
Quarta (18/9), das 9h às 19h.
Quinta (19/9), das 9h às 15h.
Sexta e sábado (20 e 21/9), das 9h às 19h.
Domingo (22/9), das 9h às 15h.
Terça (24/9), das 9h às 12h.
Quarta (25/9), das 9h às 19h.
Quinta (26/9), das 9h às 11h.
Sexta e sábado (27 e 28 /9), das 9h às 19h.
Domingo (29), das 9h às 15h.