Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/03/13 às 18h49 - Atualizado em 13/11/18 às 14h38

Mostra no Museu Vivo apresenta marcadores de livros produzidos por gravadores do Brasil e do exterior

COMPARTILHAR

Os servidores do Museu Vivo da Memória Candanga cuidam dos últimos detalhes da exposição MARCAS GRAVADAS, que será aberta neste sábado (23/03) na Galeria do Museu.

Idealizada pela gravadora Marisa Matos, do Gravura em Foco, a mostra é resultado da primeira troca internacional de Marcadores de Livro e reúne trabalhos de 110 gravadores brasileiros e estrangeiros.

Como se trata de uma troca, cada um dos gravadores enviou 30 marcadores com a condição de que vão receber 25 trabalhos de outros artistas participantes, de preferência de cidades ou países diferentes.

Cada um dos artistas também concordou em doar cinco peças: duas para o acervo do Museu Vivo da Memória Candanga; duas para o acervo do Gravura em Foco; e uma para a Biblioteca de Artes do Espaço Cultural Renato Russo, única especializada em artes no DF.

Na exposição, o público poderá ver 166 marcadores de gravadores do DF , SP, RJ, ES, RS, SC, PR, PB, MG, PE; além de artistas da Argentina, França, Itália, Israel e México. As peças passam a integrar o acervo permanente do Museu.

De acordo com a organização da mostra, o Museu Vivo da Memória Candanga tem papel fundamental no fomento da produção gráfica desenvolvida pelo Gravura em Foco e pelos frequentadores do ateliê, possibilitando a realização de diversas atividades como a exposição MARCAS GRAVADAS, por exemplo.

Por meio da exposição, o público poderá conhecer o trabalho dos gravadores e a oficina de gravura do Museu Vivo, onde o Gravura em Foco desenvolve suas atividades, ministrando cursos e palestras para a comunidade.

SERVIÇO
Exposição MARCAS GRAVADAS
De 23 de março a 18 de maio
Museu Vivo da Memória Candanga
Segunda a Sábado das 9h às 17h